18 de julho de 2018

Matrimônio: Origem, Noção, Graças, Deveres, Efeitos

Frei Benvindo Destéfani, O.F.M.
Edição de 1938 - 78 págs


Apresentação
Em sua monumental encíclica “Casti Connubii” de 31 de dezembro de 1930, o glorioso Papa Pio XI lastima que mesmo muitos cristãos já não possuem o nítido conceito cristão do sacramento do matrimônio.
O sumo pontífice inicia a memorável carta apostólica com as seguintes palavras:
“Quão grande seja a dignidade das castas núpcias, pode-se principalmente auferir do fato que nosso Senhor Jesus Cristo,  filho do Padre eterno, ao assumir a natureza do homem decaído,  naquela economia amorosíssima com que realizou a total  reparação da nossa estirpe, não somente quis incluir de modo especial também o princípio e fundamento da sociedade  doméstica e, portanto, da humana sociedade; mas, reconduzindo-o à primitiva pureza da divina instituição, elevou-o à dignidade de um verdadeiro e grande sacramento da nova lei,  confiando, por isso, à igreja, sua esposa, toda a disciplina e  cuidado do mesmo.
Mas, para que desta restauração do matrimônio se colham os frutos desejados junto aos povos de toda a região e de toda a idade, devem-se antes de tudo iluminar as mentes dos homens pela verdadeira doutrina de Cristo acerca do matrimônio. Além disso, faz-se mister que os cônjuges cristãos, com a graça divina, que interiormente fortalece sua fraqueza de vontade, se conformem em tudo, pensamentos e conduta, com aquela puríssima lei de Cristo, afim de obter, para si e para sua família, a verdadeira paz e felicidade.”
Inculca o direito canônico aos párocos que não omitam de instruir prudentemente o povo sobre o sacramento do matrimônio (can.1018).
Ótima ocasião de instruir o povo sobre o matrimônio é o próprio dia do enlace. Pois, o dia das núpcias constitui para a maioria esmagadora um acontecimento familiar e social. Por meses a fio, as respetivas famílias costumam preparar-se para aquela data e não poucos são os convidados que vêm assistir, no templo, à bênção do enlace matrimonial.
Momento asado este para o celebrante dirigir uma alocução aos noivos, como às pessoas presentes. A carta pastoral coletiva do colendo episcopado brasileiro encerra um modelo nesse sentido, exortando aos reverendíssimos vigários que o leiam ou profiram semelhante alocução.
Durante o nosso ministério sacerdotal na cura das almas, compusemos vários esboços adaptados à celebração do matrimônio, dos quais extraímos alguns para a luz da publicidade, através deste valioso opúsculo.
Estas despretensiosas páginas não pretendem ser um completo tratado dogmático e moral sobre o magno assunto. Representam tão somente umas linhas gerais sobre a origem, noção, graças, deveres e efeitos do sacramento do matrimônio.
Nos diferentes capítulos, algumas ideias se repetem por injunção das circunstâncias, como é obvio. Em apêndice, damos algumas orações apropriadas aos noivos e cônjuges.
Que estas desataviadas páginas sejam úteis ao reverendíssimo clero em seu munus paroquial; aos fiéis em geral que de sua audição ou de sua leitura haurirão conceitos elevados e nobres; aos noivos, em particular, aos quais será guia e a quem dirá, no dia de seu consórcio, como afirmou o velho Tobias a seu filho e ao anjo Rafael:
— “Ide felizes! Deus seja convosco na vossa viagem e seu santo anjo vos acompanhe!... (Tb 5, 21)
E, mormente agora, que a constituição brasileira, devidamente preenchidas as formalidades legais, reconhece ao casamento religioso os efeitos civis, o dia do enlace matrimonial na igreja merece especial encarecimento, pelo que o presente trabalho não deixa de ter sua real oportunidade.


ÍNDICE
Apresentação
O Santo Sacramento do matrimônio
Primeira alocução
Segunda alocução
Terceira alocução
Quarta alocução
Quinta alocução
Sexta alocução
Leitura apropriada
Apêndice:
Oração a ser recitada pelos noivos, durante o noivado
Cerimônias que se devem observar na celebração do matrimônio
Exortação
Benedictio annuli
Benedictio nuptialis extra Missam
Preces recitandae extra Missam super cônjuges ex Apostolicae Sedis indulto quando benedictio nupcialis non permittitur
Missa pelos esposos
Oração a ser recitada pelos cônjuges cristãos
Oração para o próprio lar
Benção para a mãe depois do parto
Benedictio mulieris post partum

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qualquer quantia tem grande valor

http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/2015/12/qualquer-quantia-tem-grande-valor.html

O SANTO DE AUSCHWITZ

Assim dizia São Maximiliano Kolbe:

"De muito boa vontade oferecemos leituras gratuitas a todos aqueles que não possam oferecer nada para esta obra, mesmo privando-se um pouco."

O que é ser um Benfeitor do Blog?

O que é ser um Benfeitor do Blog?
Clique na Imagem

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo