12 de agosto de 2019

Formação para as jovens nesta obra raríssima de 1899


Pe. Marchal
Missinário Apostólico
Edição de 1899 - 447 págs



"Minhas queridas meninas,

Tentei fazer um pouco de bem às vossas mães, dedicando-lhes um livro com o título: A Mulher como deve ser, e vossas mães foram assaz generosas desculpando minha franqueza e só considerando meus intentos. Muitas delas foram assaz indulgentes com suas felicitações e assaz amáveis, rogando-me que fizesse para suas queridas filhas 0 bem que eu lhes fizera. Este livrinho, que vos dedico, é, pois, a resposta às suas instantes solicitações. Foi feito na solidão a que sou obrigado pela minha saúde arruinada; e se me deu algum trabalho, foi isso a minha salvaguarda contra 0 aborrecimento. Conversando convosco, não pensava nas asperezas da vida, e minha alma hauria em vós um pouco de vosso frescor. Isto quer dizer que mereceis meu reconhecimento mais do que mereço vossos agradecimentos.

Um escritor demais leviano disse: “Não é raro verem-se meninos, isto é, crianças que têm de ser um dia homens; porém, veem-se muito poucas meninas. As meninas são mulheres mais pequenas do que as outras, mas são mulheres. Elas só precisam de crescer. Os meninos têm muito que aprender para serem homens; as meninas só têm que crescer para serem mulheres. Basta que não trepem mais nas arvores, que não percam mais lenços e que não metam mais os dedos no nariz.
Este escritor é um homem mau; e apresso-me em dizer-lhe que não sou inteiramente de sua opinião. Uma menina é uma rosa que só quer desabrochar em todo seu esplendor para exalar todo seu aroma: mas para se revestir de todo seu encanto, precisa dos raios do sol, das pérolas do orvalho e dos cuidados do jardineiro. Ajudado por vossas mães e vossas mestras, quisera ser esse feliz jardineiro e contribuir com 0 meu fraco préstimo para aformosear-vos, evitando ao mesmo tempo aborrecer-vos e assustar vossa candura.
Disseram das mulheres: nada iguala seu poder, a não ser sua fragilidade! Ora’ basta ter olhos para saber que os homens dizem tudo quanto querem das mulheres; estas fazem dos homens mais ou menos o que querem. Se os homens fazem obras primas, as mulheres dão-lhes as inspirações; e um grande pensador definiu a mulher: uma iniciação.
Se assim é, minha tarefa, posto que pequena, tem sua importância, pois uma menina está para a mulher assim como a flor está para o fruto. Trabalhar para sua perfeição é concorrer para a felicidade e para a salvação da humanidade.
[...]
Digne-se a Imaculada Maria Santíssima abençoar todas as minhas jovens leitoras e inspirar-lhes, com um pouco de indulgência para o autor, a firme resolução de serem mulheres fortes, em vez de ficarem bonecas onerosas. É o voto sincero que faz pela vossa felicidade e pela das outras meninas."
Vosso mui dedicado
V. Marchal.
Missionário apostólico
 Rua du Château, Pau.

ÍNDICE

Capítulo I
O myosote. Amai-me

Capítulo II
O lírio. Candura

Capítulo III
A violeta. Modéstia

Capítulo IV
A rosa. Amor

Capítulo V
O Morangueiro. Bondade perfeita

Capítulo VI
O Jasmim. Amabilidade

Capítulo VII
A Argentina. Sinceridade

Capítulo VIII
A resedá. Vossas qualidades excedem os vossos encantos

Capítulo IX
A laranjeira. Generosidade

Capítulo X
O louro. Glória


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qualquer quantia tem grande valor

http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/2015/12/qualquer-quantia-tem-grande-valor.html

O SANTO DE AUSCHWITZ

Assim dizia São Maximiliano Kolbe:

"De muito boa vontade oferecemos leituras gratuitas a todos aqueles que não possam oferecer nada para esta obra, mesmo privando-se um pouco."

O que é ser um Benfeitor do Blog?

O que é ser um Benfeitor do Blog?
Clique na Imagem

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo

EM PROL do Clube de leitura masculino

EM PROL do Clube de leitura masculino
Clique na imagem acima! Não deixe de participar desta campanha!

CLUBE DE LEITURA feminino

CLUBE DE LEITURA feminino
Clique na imagem e aproveite a oportunidade de fazer parte do clube!