Obra utilíssima a todas as pessoas - (livro raríssimo)

De quanto é necessário ao cristão saber
para se confessar bem
Mons. Silvério Gomes Pimenta
Livro de 1888 - 464 págs


ÍNDICE

APROVAÇÃO DESTA EDIÇÃO
PRÓLOGO DA 2a. EDIÇÃO
APROVAÇÕES DA 1a. EDIÇÃO
PRÓLOGO DA 1a. EDIÇÃO

Vocações Sacerdotais

Glória Regi
Livro de 1960 - 127 págs


PREFACIANDO...
Dedicada ao nobre apostolado de aprimorar as consciências e os corações da infância e da juventude em nossa Pátria, Glória Regi — nome que acoberta talentosa filha de São Bento, monja da benemérita Abadia de Santa Maria, de São Paulo — vai espalhando seus numerosos trabalhos, livros e opúsculos atraentes e sugestivos, visando sempre levar as almas para Deus, para o Bem e para a Verdade.
Este que ora é editado, e para o qual com muita alegria traçamos esta modesta página de abertura, intitulado “Quem me dera!” focaliza o grave problema das Vocações Sacerdotais, dos mais cruciantes e urgentes entre nós, sem dúvida alguma.

Monja Professa da Ordem de São Bento

A consciência inspirada do século XII
Régine Pernoud
Livro de 1996 - 135 págs


Nos Estados Unidos, na Suíça e, naturalmente, na Alemanha, Hildegard de Bingen é bastante conhecida hoje, seja qual for o ângulo de abordagem. Aqui, procuramos trazer alguns traços essenciais de sua obra e de sua pessoa, desejando que outros sejam atraídos por ela, como nós o fomos, e venham a se empenhar nos trabalhos de envergadura que seria necessário desenvolver para torná-la mais próxima de nós; e que um público mais amplo possa usufruir tudo o que ela nos tem a dizer.
ÍNDICE

Para Cada Dia do Ano

Sacerdote Ferdinando Maccono - Salesiano
Edição 2014 - 164 págs


Todos os pensamentos foram selecionados pelo Sacerdote Ferdinando Maccono, salesiano, extraídos da Biografia e das Cartas de Madre Mazzarello.

Prefácio - Primeira Edição

Sua Essência, Sua Influência, Sua Fonte e Seus Efeitos

O Mau Gosto e a Piedade Cristã
Richard Egenter
Livro de 1960 - 325 págs
O MAU GOSTO E A PIEDADE CRISTÃ
O mau gosto contaminou quase totalmente a vida cristã dos últimos cem anos, e é culpado, em grande parte, do atual afastamento das massas. O mau gosto é uma heresia objetiva.
Longe dos voos gratuitos de ordem meramente esteticizante — embora sem prejuízo de uma sugestiva análise do labor de criação artística — Richard Egenter propõe-se nesta obra reconstituir o verdadeiro rosto da vida cristã individual e coletiva. A sua intenção é fundamentalmente ética. E não podia ser outra, se consciencializamos que o mau gosto se instala precisamente no campo da eminente virtude da pietas, a virtude da íntima adesão a Deus, da livre submissão reverenciai de quem se sente filho.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...