26 agosto, 2013

A Bíblia e a Tradição

Esquemas de provas bíblicas  sobre Fé, os Sacramentos, os Novíssimos, os Mandamentos e a Oração, segundo os Tratados de Teologia e o Catecismo Romano
Cônego Lourenço Cavallini
Edição de 1966 - 200 págs


“... Não existe, pois a Bíblia como tal, como sendo Palavra inspirada por Deus, sem a Tradição Oral que nos prove e testemunhe perenemente ser Deus o Principal Escritor de todas e cada uma das partes das Sagradas Escrituras. A Tradição Oral prova e movimenta a inspiração escrita da Bíblia. Ajuda muito observar que é próprio do homem o falar, e, por conseguinte, o escutar, o ouvir também. Mas é convencional o escrever e o ler, como nos atestam os milhões de analfabetos, entre nós e no mundo inteiro. Sobrenatural e psicologicamente é uma verdade inconteste que: “a Fé entra pelo ouvido.” (Rom 10, 17). Logo, a obrigação de ouvir, o dever desta audição é tão grave e divino, quanto é divina e grave a ordem de pregar a mesma Palavra de Deus, POIS DEUS NÃO FAZ NADA INÚTIL. Em primeiro lugar, pois, ouvir, e, em segundo lugar, se possível, ler. Nem mais, nem menos. É preciso, primeiro ser instruído por outrem, devidamente autorizado, para que, em segundo lugar, a leitura seja possível e proveitosa, e não inútil, ou pior ainda, perniciosa, como a experiência nos atesta na história de todos os erros, por exemplo, dos espíritas, que tendo sempre nos lábios a Bíblia, no que Ela tem de mais lindo: a Caridade, negam abertamente TODOS OS MISTÉRIOS da Fé.

O SANTO DE AUSCHWITZ

Assim dizia São Maximiliano Kolbe:

"De muito boa vontade oferecemos leituras gratuitas a todos aqueles que não possam oferecer nada para esta obra, mesmo privando-se um pouco."

VOCAÇÃO ➡ Quer ser MONJA REDENTORISTA? Clique no Banner para mais informações

Tipos Psicológicos

Qualquer quantia tem grande valor!

http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/2015/12/qualquer-quantia-tem-grande-valor.html