25 novembro, 2013

Confiram!!! Transcrição do Catecismo Mariano

Livro de 1947 - 108 págs


     A Virgem Maria, Mãe de Deus, é a mais eminente de todas as criaturas. Por predestinação de Maria, entende-se o lugar especial que ela ocupou no pensamento de Deus ao fixar o plano da criação. A igreja, na liturgia e pela boca de seus doutores, ensina esta gloriosa predestinação. É este fato que explica todos os privilégios que descobrimos na Santíssima Virgem.

ÍNDICE

I. — Vida da Santíssima Virgem
CAPÍTULO I. — Predestinação de Maria. — Leitura: Uma grande graça de N. Sra. da Salette
CAPÍTULO II. — Promessas e figuras de Maria. — Leitura: O culto de Maria no Oriente
CAPÍTULO III. — Vida da Santíssima Virgem antes da Anunciação. — Leitura: Manuel Belgrano
CAPÍTULO IV. — A Anunciação e o nascimento de Jesus. — Leitura: Fragmento de um símbolo de Maria
CAPÍTULO V. — Da fuga para o Egito até a Paixão. — Leitura: História e tradições
CAPÍTULO VI. — últimos anos da Santíssima Virgem. — Leitura: Relíquias da Santíssima Virgem   

II. — Grandezas e culto de Maria
CAPÍTULO VII. — Grandezas e privilégios de Maria. — Leitura: Maria destruiu todas as heresias
CAPÍTULO VIU. — Culto exterior. — As festividades. — Leitura: Estampas e estátuas de Maria
CAPÍTULO IX. — Peregrinações. — Confrarias. — Leitura: O santuário de Nossa Senhora de Lourdes
CAPÍTULO X. — Orações em honra da Virgem Maria. — Leitura: O Rosário na história da França
CAPÍTULO XI. — Práticas diversas. — Leitura: Invocação de Maria  

III. — História do culto mariano
CAPÍTULO XII. — Devoção a Maria. — Leitura: A bondade e sabedoria de Maria
CAPÍTULO XIII. — Necessidade e vantagens da devoção a Maria Santíssima. — Leitura: O culto de Maria no mar
CAPÍTULO XIV. — Imitação das virtudes de Maria. Leitura: O Venerável Padre Champagnat e a Santíssima Virgem
CAPÍTULO XV. — Desenvolvimento do culto de Maria. — Leitura: Dias consagrados a Maria
CAPÍTULO XVI. — A Virgem Maria e as artes. — Leitura: A Santíssima Virgem e a vida religiosa
CAPÍTULO XVII. — Os grandes servos de Maria. — Leitura: N. Sra. Aparecida — Outros casos Suplemento


__________
OBS.: Que Nossa Senhora, a maior glorificada nesta obra, cumule de bençãos o leitor que a transcreveu e nos enviou.

22 novembro, 2013

21 novembro, 2013

Algumas palavras nesta data especial!!

21 de novembro
Apresentação de Nossa Senhora no Templo

3º Aniversário do Alexandria Católica


 Há preciosas lições para a vida quotidiana, proporcionadas por essa comemoração:
ü como enfrentar os sofrimentos,
ü cumprir as obrigações para com Deus e
üa necessidade de recorrer à Auxiliadora dos Cristãos.

A Apresentação é a festa estabelecida pela Santa Igreja para consagrar a memória de um solene acontecimento na vida de Maria Santíssima, sendo Ela ainda criança.

20 novembro, 2013

Obra honrada com um breve de S. S. Pio IX

Monsenhor de Ségur
Livro de 1903 - 141 págs





Tive a honra de levar aos pés do Nosso Santo Padre o Papa Pio IX o presente opúsculo e recebi com extrema alegria, de Sua Santidade, as preciosas e animadoras expressões, contidas no Breve Apostólico, cujo teor é o seguinte:
Caro Filho, Saúde e Benção Apostólica!
Estamos maravilhados por ver o zelo com que defendeis incessantemente a causa da religião e combateis com especialidade os erros que, envolvendo-se audazmente no manto da ciência, se insinuam com mais facilidade nos espíritos e se espalham em larga escala.
Estes livrinhos que estão ao alcance de todas as inteligências, e que podem chegar facilmente a todas as mãos, desmascaram os embustes dos inimigos da Igreja e refutam os seus sofismas. São eles tanto mais oportunos, na presente época em que, por uma parte os erros loucos dos ímpios são inculcados ao povo com mais ardor e insistência, e por outra parte o nosso século, bastante leviano, é incapaz de se entregar à leitura de obras mais profundas. Por estas razões Nós pressagiamos ao vosso trabalho frutos abundantes; e entretanto, como penhor da Benção Divina, como testemunho da Nossa gratidão e do Nosso particular agrado, vos enviamos com extremoso amor a Benção Apostólica.
Dado em S. Pedro de Roma, a 5 de Fevereiro de 1868, no vigésimo segundo ano do Nosso Pontificado.
PIO PP. IX.



__________
OBS.: Agradeço, de forma especial, a alma caridosa que, muito gentilmente, digitalizou este arquivo e enviou para o blog ajudando assim na formação de tantos que buscam o verdadeiro conhecimento. Que Nossa Senhora lhe recompense muito e sempre. 

18 novembro, 2013

Tanto para os catequistas como para as crianças


Abbé Quinet
Livro de 1937 - 144 págs


Em nosso relatório sobre o Catecismo e as Vocações, apresentado ao quinto Congresso Nacional de Recrutamento sacerdotal de Nancy, em 1929, lembramos a possibilidade de fazer ouvir discretamente o apelo de Deus na explicação de cada capítulo do catecismo.
Este trabalho, hoje o oferecemos a todos os que se preocupam com o problema das vocações sacerdotais.
A presente obra foi redigida de modo que possa servir tanto para os catequistas como para as crianças.
Os catequistas encontrarão nela as ideias que deverão desenvolver, adaptando-as à mentalidade de seus ouvintes.
As crianças, que recebem a instrução religiosa elementar, guardarão dos conceitos aqui expendidos uma reminiscência bastante duradoura. Assim, lendo este livrinho, tornarão a sentir as impressões dos dias em que aprendiam o catecismo e talvez tenham a felicidade de ouvir o apelo de Jesus a que os apóstolos não resistiram: Vinde, segui-me!
C. Q.

~ * ~

ÍNDICE GERAL
À margem do primeiro capítulo do catecismo
À margem do capítulo — O Símbolo dos Apóstolos
À margem do capítulo — Deus
À margem do capítulo — Os Mistérios
À margem do capítulo — Os Anjos
À margem do capítulo — A Queda do Homem
À margem do capitulo — O Mistério da Encarnação
À margem do capítulo — A Vida de Jesus Cristo
À margem do capítulo — A Divindade de Jesus
À margem do capítulo — O Mistério da Redenção
À margem do capítulo — Descida de Jesus Cristo aos Infernos
À margem do capítulo — O Espírito Santo
À margem do capítulo — A Igreja
À margem do capítulo — Os sinais da Igreja
À margem do capítulo — Os Pastores da Igreja
À margem do capítulo — Os fiéis da Igreja
À margem do capítulo — À comunhão dos Santos
À margem do capítulo — Dos Novíssimos do Homem
À margem do capítulo — Os Mandamentos de Deus
À margem do capítulo — As Virtudes Teologais
À margem do capítulo — A Caridade
À margem do capítulo — O Culto Divino
À margem do capítulo — O Culto da SS. Virgem
À margem do capítulo — Os religiosos
À margem do capítulo — O terceiro mandamento
À margem do capítulo — O quarto Mandamento
À margem do capítulo — Os Mandamentos da Igreja
À margem do capítulo — O pecados e os Vícios
À margem do capítulo — A Vida Sobrenatural
À margem do capítulo — Os Sacramentos
À margem do capítulo — O Batismo
À margem do capítulo — A Confirmação
À margem do capítulo — A Penitência
À margem do capítulo — A Eucaristia
À margem do capítulo — A Extrema Unção
À margem do capítulo — O Matrimônio
À margem do capítulo — A Ordem
À margem do capitulo — O quinto Mandamento
À margem do capítulo — O sexto e nono Mandamentos
À margem do capítulo — O sétimo e décimo Mandamentos
À margem do capítulo — O oitavo Mandamento

14 novembro, 2013

Excelente livro sobre a devoção do Santo Rosário!! REFORMATADO


Sermões de Padre Antônio Vieira
Edição  de 1949 - 289 págs


MOTIVOS DA PRESENTE EDIÇÃO

Nenhum clássico da literatura portuguesa e, pode-se mesmo dizer, da literatura universal, teve melhores motivos para cantar as excelências do Rosário, do que o gênio do Padre Vieira.

11 novembro, 2013

Necessidades mais urgentes dos tempos atuais

Pierre Fernessole
Livro de 1966 - 127 págs


Este modesto livrinho. Depois de lembrar, suscintamente, os ensinamentos de Gregório XVI, Pio IX, Leão XIII, Pio X, Bento XV e particularmente Pio XI, graças à sua inolvidável “Divini illius Magistri” oferece os textos (encíclicas, discursos e cartas) essenciais do imortal Pio XII, atinentes à educação da juventude.
Brotam, desta forma, das páginas suculentas deste livro, em estilo conciso, quase lapidar, os respectivos direitos da família hoje tão insidiados por uma filosofia materialista e, por tantas legislações que os postergam, quando seria seu dever tutelá-los; os da Igreja, sagrados, eternos e imutáveis; e os do Estado no setor da educação.
Os princípios fundamentalistas da educação e a grandeza da função pedagógica; a natureza da educação cristã e o lugar indiscutível que o ensinamento religioso ocupa na educação civil, são nitidamente marcados nestas páginas luminosas.

~ * ~
ÍNDICE
Introdução
Principais Ensinamentos dos Predecessores de Pio XII
Gregório XVI
Pio IX
Leão XIII
Pio X
Pio XI
Pio XII e a Educação da Juventude
Princípios fundamentais da Educação
Grandeza e excelência da função educadora
O que é educação cristã?
Lugar do ensino da doutrina e do catecismo na educação
Ensino superior especialmente católico
Apêndice
Declaração do Concílio Vaticano II sobre a Educação da Juventude
Proêmio
Conclusão
Epílogo

Receba as Atualizações do Alexandria

Enter your email address:

O SANTO DE AUSCHWITZ

Assim dizia São Maximiliano Kolbe:

"De muito boa vontade oferecemos leituras gratuitas a todos aqueles que não possam oferecer nada para esta obra, mesmo privando-se um pouco."

VOCAÇÃO ➡ Quer ser MONJA REDENTORISTA? Clique no Banner para mais informações

Tipos Psicológicos

Qualquer quantia tem grande valor!

http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/2015/12/qualquer-quantia-tem-grande-valor.html