30 de outubro de 2011

Está chegando NOVEMBRO - Mês Consagrado ao Sufrágio das Almas do Purgatório! - Reformataddo

30 meditações
sobre
O Purgatório e as Almas
Monsenhor Ascânio Brandão
Livro de 1948 - 243 pags
(Livro autografado pelo próprio Monsenhor Ascânio)


Novembro é o mês consagrado pela nossa devoção ao sufrágio das almas do purgatório [...].
Novembro é dedicado ao culto dos mortos, à devoção às almas do purgatório. De primeiro a trinta deste mês, vamos relembrar nossos deveres de justiça e de caridade para com nossos defuntos, vamos sufragar-lhes as pobres almas que estão sofrendo no purgatório. Como é bela e utilíssima esta devoção!

28 de outubro de 2011

A Vida de São Francisco de Assis

Narrada pelos Seus Discípulos, Irmãos Leão, Rufino e Ângelo
Trancrição do livro - 19 págs

Fonte

EPÍSTOLA
CAPÍTULO l
Do nascimento, da vaidade, da fidalguia e da prodigalidade de Francisco, e como, daí, chegou à generosidade e à caridade para com os pobres
CAPÍTULO 2
Como foi preso em Perusa e das duas visões que teve quando desejava entrar para a milícia
CAPÍTULO 3
Como o Senhor primeiro visitou seu coração com admirável doçura, em virtude da qual começou a crescer pelo desprezo de si mesmo e de todas as vaidades, bem como pela oração, pelas esmolas e pelo amor à pobreza
CAPÍTULO 4
Como, a partir dos leprosos, começou a vencer-se a si mesmo e a sentir doçura naquelas coisas que antes lhe pareciam amargas
CAPÍTULO 5
Da primeira vez em que o Crucificado lhe falou e como, desde esse momento até a morte, trouxe a paixão de Cristo em seu coração
CAPÍTULO 6
Como pela primeira vez fugiu às perseguições do pai e dos parentes, ficando com o sacerdote de São Damião, igreja onde jogara dinheiro a uma janela
CAPÍTULO 7
De seu grande trabalho e aflição na reformada igreja de São Damião, e como, mendigando, começou a vencer-se a si mesmo
CAPÍTULO 8
Como, ouvidos e entendidos os conselhos de Cristo no Evangelho, imediatamente mudou o hábito exterior e vestiu um novo hábito de perfeição, interior e exteriormente
CAPÍTULO 9
De como Frei Silvestre foi chamado e da visão que teve antes de ingressar na Ordem
CAPÍTULO 10
Como predisse a seis de seus companheiros as coisas que haviam de suceder-lhes ao irem pelo mundo, exortando-os à paciência
CAPÍTULO 11
Da admissão de quatro novos irmãos, da ardentíssima caridade que os primeiros irmãos tinham uns para com os outros, da solicitude no trabalho e na oração e da sua perfeita obediência
CAPÍTULO 12
Como o bem-aventurado Francisco, com os onze companheiros, foi à Cúria do papa notificar-lhe seu propósito e conseguir a aprovação da Regra que havia escrito
CAPÍTULO 13
Da eficácia da pregação de Francisco, de sua primeira morada, como os irmãos ali estavam e como dali saíram
CAPÍTULO 14
Do capítulo que se realizava duas vezes por ano em Santa Maria da Porciúncula
CAPÍTULO 15
Da morte do Cardeal João, primeiro protetor, e da nomeação do Cardeal Hugolino, bispo de Óstia, como pai e protetor da Ordem
CAPÍTULO 16
Da eleição dos primeiros ministros e como foram enviados pelo mundo
CAPÍTULO 17
Da morte santíssima do bem-aventurado Francisco e como ele, dois anos antes, havia recebido os estigmas de nosso Senhor Jesus Cristo
CAPÍTULO 18
De sua canonização

26 de outubro de 2011

Padroeiro da Juventude Católica - Reformatado

Esboço Biográfico e Devocionário
Livro de 1926 - 115 págs




"...Pelo mundo alastra-se uma onda de impureza e de descrença. Na guerra irreconciliável entre o espírito e a carne, a carne — que fenece e morre como flor do campo ameaça cada vez mais afogar as nobres aspirações do espírito imortal.
Para nossa juventude, que vive nessa atmosfera viciada, é São Luiz Gonzaga uma visão do Céu, a apontar, num horizonte que não some, eternos destinos que não fenecem. A esses jovens, mergulhados na matéria, repete Luiz, com a irresistível força do exemplo:
“O tempo é breve e passageiro,
a eternidade, sem fim.”
É uma bandeira, que chama em volta de suas dobras invencíveis:
  • às almas que têm brios e estão famintas de pureza e de luz;
  • às que ouviram ecoar, no solene silêncio da prece, a meiga voz que os convidava a seguir as pisadas de Luiz nas regiões serenas e imperturbáveis do idealismo cristão;
  • às que ardem no fogo abrasador do apostolado e querem, como Luiz, pelejar os heróicos combates de Cristo nas gloriosas falanges de Santo Inácio, em alguma família religiosa ou nas fileiras do clero secular;
  • às que vivem na terra para merecer o Céu;
  • às que esquecem o transitório para pensar no eterno.
A estes, a todos nossos jovens vão estas páginas singelas proporcionar um instante de recolhimento intenso e de fervorosa prece, fora do ruído que atordoa, fora das perturbações que desassossegam, fora do mundo que seduz.
Julho de 1926.
Aug. Magne, S.J.
Primeira Comunhão de São Luiz Gonzaga
   "Pode-se dizer que o episódio mais saliente da vida externa de São Luiz foi a escolha do estado.
   Altamente compenetrado do fim último ao qual tudo na vida humana deve ser subordinado, com que esmero se não deu a encarar este problema capital! Que de preces não fez, que de lágrimas não derramou, que de aspérrimas penitências e sangrentas macerações se não impôs, para alcançar do Espírito Santo os raios iluminadores de sua graça! E depois de seriamente tomada, aos pés do Crucifixo, nos degraus do Tabernáculo, a resolução definitiva, com que valor heróico soube vencer os mil obstáculos que se lhe opunham, até ver plenamente realizado seu sublime ideal! E como ao pé dele desaparecem tantos jovens, em quem um leve sorriso de escárnio ou um simples mover de ombros, dissipa as primeiras veleidades de uma vida mais concorde com os princípios da fé, de que se proclamam inabaláveis observadores!

24 de outubro de 2011

Coleção "Vozes em Defesa da Fé"- Caderno 04

O Reencarnacionismo no Brasil
Fr. Boaventura Kloppenburg, O.F.M. 
Vozes em Defesa da Fé - Caderno 04 
Livro de 1961 - 215 págs


  Espiritismo, Umbanda, Teosofia, Esoterismo, Rosacrucianismo, Ioguismo, Legião da Boa Vontade, Ocultismo e outros movimentos “espiritualistas” do Brasil – todos eles fizeram da teoria da pluralidade das existências, ou reencarnação, o ponto de partida de sua filosofia, o fundamento de suas construções intelectuais, a pedra angular de todo o seu edifício doutrinário e religioso. Como são tantos, neste Brasil católico, os que procuram difundir as ideias reencarnacionistas, e já que pretendem propagá-las também coma doutrina de Cristo, era necessário que uma voz se fizesse ouvir, de crítica católica e serena, para submeter a filosofia da reencarnação à luz da lógica, da história, da filosofia, da psicologia a, sobretudo, à luz da mensagem cristã. Foi o que fez Frei Boaventura Kloppenburg, O.F.M.. Professor de Teologia em Petrópolis e conhecido por seus persistentes estudos sobre o Espiritismo e movimentos afins. Ainda no início deste ano de 1961 fez ele um estágio no Laboratório de Parapsicologia da Universidade de Duke (Darham. N. C.), nos Estados Unidos, onde estudou com o Prof. J. B. Rhine, que é hoje, sem discussão  o mais famoso e o mais competente parapsicólogo do mundo.

23 de outubro de 2011

O grande convertido inglês

Pe. M. Teixeira-Leite Penido
Livro de 1946 - 221 págs

  


Fonte










  
  Possa o exemplo do grande convertido inglês ensinar-nos qual a atitude que convém a um católico diante do mundo moderno: nem repulsa, nem capitulação, mas conquista. A repulsa não, porque, na tremenda fermentação contemporânea, muita verdade vem à tona e não é licito repelir qualquer verdade, porque a verdade vem de Deus. Portador de uma grande esperança, o católico não pode ser passadista, um simples "laudator temporis acti". Tampouco a capitulação, porque nessa fermentação contemporânea aparece muito erro venenoso: aceitá-los seria fazer perecer as grandes verdades dogmáticas e morais, pelas quais deveríamos sacrificar a própria vida.

22 de outubro de 2011

OBS.: É possível fazer o download deste livro também em seu original (espanhol). Segue, mais abaixo, o link

José Maria Iraburu
Livro de 2000 - 43 págs


   "Recordai os ensinamentos de Cristo sobre o escândalo. E não penseis que pelo fato de que às vezes vossas condutas sejam menos indecentes que as de outros, sendo estes a maioria, já por isto são decentes. Podem continuar sendo ocasião de escândalo, embora seja menor, e por isto  podem continuar pesando sobre elas as terríveis palavras do Senhor: “ai daquele por quem  vem o escândalo!” (Mt 18,7).
   Pois bem, se seguirdes o conjunto destes critérios com fidelidade e valentia, certamente que  em todas as questões do pudor, por obra do Espírito Santo, acertareis com discernimentos  verdadeiros e santos. A Imaculada, a Cheia de Graça, vos ajudará."


~*~*~*~*~*~*~*~*~


Fonte
José María Iraburu
Libro de 2000 - 24 págs


 "Recordad las enseñanzas de Cristo sobre el escándalo. Y no penséis que por el hecho de que a veces vuestras conductas sean menos indecentes que las de otros, siendo éstos mayoría, ya por eso son decentes. Pueden seguir siendo ocasión de escándalo, aunque sea menor, y por eso pueden seguir pesando sobre ellas las terribles palabras del Señor: «¡ay de aquel por quien viniere el escándalo!» (Mt 18,7).
 Pues bien, si seguís el conjunto de estos criterios con fidelidad y valentía, ciertamente que en todas las cuestiones del pudor, por obra del Espíritu Santo, acertaréis con discernimientos verdaderos y santos. La Inmaculada, la Llena-de-gracia os ayudará."

21 de outubro de 2011

Suma Teológica - Caderno 1

São Tomás de Aquino
57 págs



O principal intento, pois, da doutrina sagrada é transmitir o conhecimento de Deus, não somente enquanto existente em si, mas ainda como princípio e fim dos seres, e, especialmente, da criatura racional, como é claro pelo que antes se disse. Ora, pretendendo fazer a exposição desta doutrina,

19 de outubro de 2011

Conhecendo o Rosário

São Luís Maria Grignion de Montfort
Com aprovação dos Padres Missionários Monfortinos
Livro de 1997 - 99 págs


  Nesta obra, Montfort deixa conhecer o zelo missionário e o seu extraordinário amor à Virgem  através da oração do Santo Rosário.

  Para S. Luís de Montfort, o Rosário não é somente um modo de oração fácil, que pode ser feita por qualquer pessoa, mas um caminho espiritualmente seguro dentre as formas mais elevadas de união com DEUS, em JESUS por Maria.
  Percebemos que na sociedade moderna muitas pessoas estão redescobrindo o terço. A meditação e a contemplação dos mistérios salvíficos continuam sendo o modo de oração mais procurado pelos cristãos católicos.
  No Segredo do Rosário S. Luís Maria de Montfort expõe, de modo prático e didático, os motivos e as formas para se rezar o Rosário de Maria, e ainda mais, nos conta a história do Rosário, animando-nos à oração, falando dos inúmeros exemplos de grandes santos e místicos que, no seu tempo, já o rezavam alcançando muitas graças.
  Aproveite bem deste livro. Você, com certeza, não vai contentar-se por lê-lo apenas uma vez.  Reze com carinho, orientado por S. Luís de Montfort. A oração feita com perseverança ajudará você a encontra-se com o SENHOR e a servi-lo, principalmente na prática da justiça e da  solidariedade, indispensáveis na vida de todo cristão.
Na festa da Anunciação de Nossa Senhora
João Monlevade, 25 de Março de 1997.
Pe. Luiz Augusto Stefani
Por favor, faça todo o possível para que este livro vital seja mais vastamente conhecido, comprando/enviando cópias extras para dar aos seus amigos, parentes e conhecidos. Trata-se  da Salvação das Almas e da Paz no Mundo.

OBS.: Agradeço ao blog O Segredo do Rosário que disponibilizou este livro para divulgação. Que Nossa Senhora favoreça sempre o vosso apostolado!

17 de outubro de 2011

Coleção Bíblica da Pia Sociedade de São Paulo

Fernando Carballo
Livro de 1959 - 221 págs


  "Obra preciosa de caráter mais popular, oferece ao cristão menos estudado o preparo fundamental indispensável  com que possa fazer frente às objeções protestantes, e resolver diretamente os obstáculos que podem apresentar os irmãos separados ao católico desprevenido, para empanar-lhe a fé.

14 de outubro de 2011

Coleção "Vozes em Defesa da Fé" - Caderno 05


Coleção Vozes em defesa da Fé

Posição Católica perante a Umbanda
Frei Boaventura, O.F.M. 
Livro de 1954 - 87 págs


ÍNDICE

Introdução
Confusão na Umbanda
Umbanda e Espiritismo
Identidade substancial entre Umbanda e Allan Kardec
Umbanda, a quarta Revelação
Umbanda é magia
Umbanda e Quimbanda
O panteísmo dos umbandistas
Fatais consequências da doutrina reencarnacionista
Umbanda é a negação do Cristianismo
Posição católica perante a Umbanda
A hierarquia em Umbanda
Instrumentos da magia umbandista
A diagnose em Umbanda
A terapêutica umbandista
O jogo dos búzios
Orixás de Umbanda e Santos Católicos
O motivo de tanta confusão
O exus de Umbanda e o culto do demônio
A lista macabra dos exus
Como fazem os "despachos"
"Os despachos pegam mesmo?"
A existência e as atividades do demônio
Voltando aos despachos e à magia
Satanás e as doenças
Os pseudo-milagres do demônio
Os perigos da Umbanda
Proteção e exploração policial
Normas de uma atitude prática perante a Umbanda
Apêndice: Ritual de Umbanda
Vocabulário umbandista

13 de outubro de 2011

LIBRO ESPIRITUAL

San Juan de Ávila
LIBRO ESPIRITUAL
 sobre el verso
Audi, Filia, et Vide, etc
Ps.  44,  11 y 12.

OBS.: Haga clic a continuación para descargar parte deseada

Parte 1      Parte 2           Parte 3           Parte 4
      (116 págs)          (115 págs)       (116 págs)       (40 págs)


Que trata de los malos lenguajes del mundo, carne y demonio, y de los remedios contra ellos; de la fe  y  del  propio  conocimiento;   de  la penitencia,  de  la  oración,  meditación  y  pasión de  nuestro  Señor  Jesucristo,  y del  amor  de los  prójimos.  Compuesto por el Reverendo Padre  Maestro San Juan de  Ávila, predicador en el Andalucía.

BREVE SUMA
DE TODO  LO  QUE SE TRATA EN  ESTE LIBRO

Qualquer quantia tem grande valor

http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/2015/12/qualquer-quantia-tem-grande-valor.html

O SANTO DE AUSCHWITZ

Assim dizia São Maximiliano Kolbe:

"De muito boa vontade oferecemos leituras gratuitas a todos aqueles que não possam oferecer nada para esta obra, mesmo privando-se um pouco."

O que é ser um Benfeitor do Blog?

O que é ser um Benfeitor do Blog?
Clique na Imagem

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo