7 de dezembro de 2011

Da Revista "A Ordem"

D. Estevão Bettencourt, O.S.B.
Revista de 1955 - 19 págs

Fonte
  O Sacramento do Batismo dá início à vida cristã no indivíduo, tornando-o filho de Deus e destinando-o a gozar, no Céu, da visão imediata da Santíssima Trindade.
  Questão muito grave, porém, se põe a respeito da sorte eterna daqueles que morrem sem batismo... Constituem multidão imensa, coisa que, em nossos dias se pode afirmar ainda com mais razão do que na Idade Média, quando não se conhecia o Mundo Novo com seus milhões de habitantes, nem se suspeitava que centenas de milhares de anos houvessem intercedido entre a origem do primeiro homem e a Encarnação (ou a instituição do batismo). Terão sido, e serão, relegados para o inferno, castigo sem fim, tantos indivíduos que morreram e morrem sem batismo, por motivo qualquer independente de sua vontade e até mesmo, em vários casos, com a consciência isenta de culpa pessoal?
  Para se estudar devidamente esta questão, faz-se mister distinguir entre a sorte dos adultos e a das criancinhas [...] nas páginas que se seguem propomo-nos considerar a sorte das crianças mortas sem batismo.

O SANTO DE AUSCHWITZ

Assim dizia São Maximiliano Kolbe:

"De muito boa vontade oferecemos leituras gratuitas a todos aqueles que não possam oferecer nada para esta obra, mesmo privando-se um pouco."

Qualquer quantia tem grande valor!

http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/2015/12/qualquer-quantia-tem-grande-valor.html

VOCAÇÃO ➡ Quer ser MONJA REDENTORISTA? Clique no Banner para mais informações

Livros raros do blog sendo reeditados! Clique no banner e confira as novidades!