31 de outubro de 2012

"Quando Deus está conosco, não precisamos ter medo"

Bem-Aventurado Pedro Jorge Frassati
Pe. João Piasentin, S.S.S. - 103 págs


1901 - 1925
  
Seu processo de beatificação foi iniciado em 1932. Na última etapa foi aberto seu túmulo e os testemunhos do evento ficaram admirados ao descobrirem que seu corpo estava incorrupto e seu rosto estava sereno e com um sorriso. Atualmente seu corpo está na Catedral de Turim.

22 de outubro de 2012

Almas de Boa Vontade

Pe. José Schrijvers, C.ss.R.
Livro de 1937 - 120 págs



ÍNDICE

I PARTE
A boa vontade

Capítulo I: A boa vontade em si mesma

Capítulo II: A boa vontade domina todas as criaturas

Capítulo III: A boa vontade possui todos os tesouros de Deus

II PARTE
A alma de boa vontade tendendo à perfeição

Capítulo I: A perfeição pela oração
Artigo I: A simples presença de Deus
Artigo II: A oração ordinária
Artigo III: A oração intermediária
Artigo IV: A oração infusa

Capítulo II: A perfeição pela ação
Artigo I: O momento presente
Artigo II: O corpo da ação
Artigo III: A alma da ação
Artigo IV: O tempo

Capítulo III: A perfeição pelo sofrimento
Artigo I: A cruz a evitar
Artigo II: A cruz a aceitar
Artigo III: Cruz a desejar

III PARTE
A alma de boa vontade chegada à perfeição

Capítulo I: Sua vida aos olhos dos homens

Capítulo II: Sua vida em Deus

13 de outubro de 2012

Devoção de grande proveito para o bem das almas

Livreto para ser impresso
transcrito e confeccionado pelo blog

   Recomendações de Pio IX Estas orações foram tiradas de um livro impresso em Tolosa em 1740 e publicado pelo Pe. Adriano Parvilliers, da Companhia de Jesus, missionário apostólico da Terra Santa, com aprovação, permissão e recomendação de propagá-las. O Papa Pio IX teve ensejo de examinar estas orações e as aprovou a 31 de maio de 1862, reconhecendo-as como autênticas e de grande proveito para o bem das almas. As Promessas Tendo Santa Brígida orado longamente com a intenção de saber quantas Chagas Nosso Senhor recebeu durante sua terrível Paixão, o Salvador, recompensando sua paciência, apareceu-lhe um dia e disse-lhe: "Recebi 5.475 Chagas em meu Corpo. Se desejas honrâ-las recita todos os dias quinze vezes o Padre Nosso e a Ave Maria juntamente com as orações que Eu próprio te ensinarei, durante um ano inteiro. Quando o ano findar, terás honrado cada uma de minhas Chagas."

9 de outubro de 2012

Aos Devotos de Santo Antônio


Clique nas imagens para ler
ou
 no Título em azul para baixar e imprimir






















Livros sobre Santo Antônio



Obs.: Agradeço à generosidade de uma leitora portuguesa pelo envio destas pagelas. Que Santo Antônio interceda por todos àqueles que recorrem à sua proteção.

7 de outubro de 2012

Sobre o Matrimônio

Santo Agostinho
Livro de (?) - 37 págs



  A REGRA adaptada à vida matrimonial é um "vademecum", uma espécie de roteiro fácil de ser entendido e breve para poder ser lido com frequência. Seu conteúdo será excelente tema de meditação diária, de leitura espiritual e de exame a dois em tempos dedicados à reflexão e oração.

  O TRATADO SOBRE O MATRIMÔNIO, escrito no ano 401, teve como finalidade contestar os ataques que o monge Joviniano fez naquela época à virgindade. Complemento do mesmo é o livro "Sobre a Santa Virgindade" no qual Santo Agostinho canta as excelências da virgindade, fazendo sua apologia.

  Não foi apenas nele que o Santo abordou o tema matrimonial. Além desta obra, escreveu "Sobre as Uniões Adulterinas", "Do Matrimônio e da Concupiscência" a referiu-se ainda ao matrimônio em outros escritos como no "Concordância entre Mateus e Lucas sobre a Genealogia do Senhor".

  No livro "De Genesi ad Literam" encontra-se o texto tido tradicionalmente como norma da instituição matrimonial. O bem matrimonial descansa no tripé da fidelidade, dos filhos e do sacramento. A fidelidade exige que se mantenha incólume a fé prometida a que o vinculo conjugal nao se quebrante, prevaricando com outro ou outra.

  Os filhos exigem ser recebidos com amor, criados e sustentados com diligência e bondade e educados religiosamente.

  O sacramento jamais permite a separação e se esta acontecer nenhum dos cônjuges poderá contrair novo matrimônio, em vida do outro, mesmo que seja para conseguir descendência.

  Estes três pontos constituem a norma do matrimônio, no qual se dignifica a fecundidade da natureza e se domina a depravação da incontinência.

  O sermão está dividido em 13 capítulos, O capítulo 9 é o que trata sobre a repressão aos adúlteros e ao crime dos fornicadores. Serve como complemento ao Bem do Matrimônio.


Pe  Pablo Luna OSA

Qualquer quantia tem grande valor

http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/2015/12/qualquer-quantia-tem-grande-valor.html

O SANTO DE AUSCHWITZ

Assim dizia São Maximiliano Kolbe:

"De muito boa vontade oferecemos leituras gratuitas a todos aqueles que não possam oferecer nada para esta obra, mesmo privando-se um pouco."

O que é ser um Benfeitor do Blog?

O que é ser um Benfeitor do Blog?
Clique na Imagem

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo