5 de dezembro de 2013

O Sacerdócio em face da realidade divina

Pe. M. E. de La Croix
Livro de 1942 - 164 págs

Considerações práticas
Destinadas a todos os fiéis;
sacerdotes e seminaristas,
famílias cristãs e almas piedosas.


ÍNDICE
PREFÁCIO
Primeira Parte
O CHAMADO AO SACERDÓCIO
Capítulo Primeiro
O SACERDÓCIO SUPÕE UMA ESCOLHA DIVINA
1. —  Uma escolha
2. —  Escolha divina
3. —  Escolha divina no origem
4. —  Escolha divina no fim
6. —  Escolha divina na participação do Sacerdócio de Jesus

Capítulo Segundo
O SACERDÓCIO É UMA GRAÇA PARA O ELEITO
1. —  Graça privilegiada
2. —  Graça supereminente pela identificação ao Sacerdócio de Jesus
3. —  Graça que confere ao Sacerdote a mesma missão eficaz que a Jesus
4. —  Graça que torna o Sacerdote depositário e dispensador dos merecimentos infinitos de Jesus
5. — Graça que estabelece o Sacerdote, por vocação, num estado de santidade

Capítulo Terceiro
O SACERDÓCIO É UMA HONRA PARA A FAMÍLIA
1. — O Sacerdócio confere um título de nobreza divina
2. —  Honra que lhe vem da escolha divina
3. —  Honra que lhe vem da dignidade sobreeminente do Sacerdote
4. —  Honra que   lhe vem da missão sobrenatural do Sacerdote
5. — Honra que lhe vem do lugar que o Sacerdote ocupa na Igreja e na sociedade

Capítulo Quarto
O SACERDÓCIO É UMA BÊNÇÃO PARA A SOCIEDADE
1. —  Cada novo Sacerdote atrai os olhares benévolos de Jesus sobre a sociedade
2. —  Cada novo Sacerdote é para a sociedade um penhor de graças e de bênçãos
3. — Pelo seu Sacerdócio, cada Sacerdote é um para-raios para seu país
4. — Cada novo Sacerdote é destinado a levantar o nível moral e espiritual dos seus compatrícios
5. — Cada novo Sacerdote é um cidadão observante das leis, guarda da ordem e amigo da concórdia
Segunda Parte
CONDIÇÕES E QUALIDADES DO SACERDOTE
Capítulo Primeiro
A VIRTUDE
1. — Porque o Sacerdote é consagrado às coisas de Deus
2. — Porque o Sacerdote tem a obrigação sagrada de parecer-se com seu Mestre 
3. — Porque o Sacerdote deve ser um exemplo para os outros
4. — Porque a virtude é uma condição essencial da fecundidade do seu ministério
5. — Porque, pela falta de virtude, o Sacerdote deslustra o seu Sacerdócio e se torna uma pedra de escândalo para as almas

Capítulo Segundo
A CIÊNCIA
1. — Obrigação, para o Sacerdote, de conhecer a doutrina de seu Mestre    
2. — Obrigação de ensiná-la
3. — A ciência é necessária para refutar os erros e combater os inimigos da Igreja
4. — A ciência é necessária em face da classe instruída e dirigente
5. — A ignorância no Padre rebaixa-o a seus próprios olhos e aos olhos dos outros e diminui a eficácia do seu ministério

Capítulo Terceiro
O ZELO
1. — O zelo, consequência da consagração sacerdotal
2. — O zelo, necessidade do Sacerdote que compreende a sua missão
3. — O zelo, sustentáculo do Sacerdote em seus trabalhos       
4. — O zelo, necessidade para o Sacerdote em face da indiferença e da corrupção universais
5. — A ausência do zelo torna o Sacerdote um servo inútil e um escândalo para as almas

Capítulo Quarto
A BOA EDUCAÇÃO
1. — A boa educação convém à dignidade do Sacerdote
2. — A boa educação convém à situação do Sacerdote na sociedade
3. — A boa educação é necessária para atingir as classes superiores da sociedade
4. — A boa educação é um melo de tornar a virtude mais simpática e o ministério mais frutuoso
5. — A falta de boa educação diminui o prestigio do Sacerdote e torna-se um obstáculo ao seu zelo
Terceira Parte
OS EFEITOS DO SACERDÓCIO NO SACERDOTE
Capítulo Primeiro
O QUE TORNA O PADRE SANTO
1. — A consciência da sublimidade e da perfeição do seu estado
2. —  O desejo único da glória de Deus
3. —  O espírito sobrenatural
4. —  A vida interior
5. —  O amor de Jesus

Capítulo Segundo
O QUE TORNA O SACERDOTE INFLUENTE
1. —  A vida irrepreensível e santa
2. —  O desinteresse
3. —  A bondade
4. — O zelo das almas
5. — A seriedade da vida

Capítulo Terceiro
O QUE TORNA O SACERDOTE FECUNDO EM OBRAS
1. —  O Sacerdote, homem de Deus
2. —  O Sacerdote, homem de oração
3. —  O Sacerdote, homem de ação
4. —  O Sacerdote, amigo dos pequenos e dos fracos
5. —  O Sacerdote, de caridade

Capítulo Quarto
O QUE TORNA O SACERDOTE ÚTIL À IGREJA
1. —  A sã doutrina do Evangelho
2. —  A ciência eclesiástica
3. —  O devotamente à Igreja
4. — O respeito e a submissão à autoridade
5. —  O amor do dever
Quarta Parte
COMO FAVORECER AS VOCAÇÕES SACERDOTAIS
Capítulo Primeiro
A PROCURA E A ESCOLHA DAS VOCAÇÕES SACERDOTAIS
1. —  Preocupar-se com as vocações
2. —  Estudar cuidadosamente os indivíduos
3. — Só ter em vista a glória de Deus e o bem das almas
4. — Fazer nascer o pensamento e o desejo da vocação sacerdotal entre os meninos
5. — Levar em conta o temperamento dos meninos e a moralidade dos pais

Capítulo Segundo
A CULTURA DAS VOCAÇÕES EM BAIXA IDADE
1. —  Importância da primeira orientação
2. — A frequência dos sacramentos e a devoção à SS. Virgem
3. — Papel dos Pais
4. — Papel dos Pastores
5. — Papel doe Educadores

Capítulo Terceiro
A FORMAÇÃO NO SEMINÁRIO
1. — Pela piedade sólida
2. — Pela vida de oração e da sacrifício
3. — Pelo estado sério dos deveres e dos perigos para o Sacerdote
4. — Pelo conhecimento e pelo amor de Jesus
5. — Pela vida eucarística

Capítulo Quarto
A ORAÇÃO E OS SOCORROS MATERIAIS
1. — A recomendação de Jesus
2. — Pedir Sacerdotes santos e instruídos
3. — Socorro material
4. — Concorrer para a instrução dos Clérigos é dar à Igreja e auxiliá-la na sua missão
5. — Concorrer para a instrução dos Clérigos é fornecer salvadores às almas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qualquer quantia tem grande valor

http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/2015/12/qualquer-quantia-tem-grande-valor.html

O SANTO DE AUSCHWITZ

Assim dizia São Maximiliano Kolbe:

"De muito boa vontade oferecemos leituras gratuitas a todos aqueles que não possam oferecer nada para esta obra, mesmo privando-se um pouco."

O que é ser um Benfeitor do Blog?

O que é ser um Benfeitor do Blog?
Clique na Imagem

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo

EM PROL do Clube de leitura masculino

EM PROL do Clube de leitura masculino
Clique na imagem acima! Não deixe de participar desta campanha!

CLUBE DE LEITURA feminino

CLUBE DE LEITURA feminino
Clique na imagem e aproveite a oportunidade de fazer parte do clube!