31 de dezembro de 2011

Carta Encíclica

Carta Encíclica de Sua Santidade o Papa Pio XI
Acerca da Educação Cristã da Juventude
Aos Patriarcas, Primazes,  Arcebispos,
Bispos e Outros Ordinários em
Paz e Comunhão com a Santa Sé Apostólica e a
Todos os Fiéis do Orbe Católico.
31 de dezembro de 1929 - 29 págs


 " ... É portanto da máxima importância não errar na educação, como não errar na direção para o fim último com o qual está conexa íntima e necessariamente toda a obra da educação. Na verdade, consistindo a educação essencialmente na formação do homem como ele deve ser e portar-se, nesta vida terrena, em ordem a alcançar o fim sublime para que foi criado, é claro que, assim como não se pode dar verdadeira educação sem que esta seja ordenada para o fim último, assim na ordem atual da Providencia, isto é, depois que Deus se nos revelou no Seu Filho Unigênito que é o único «caminho, verdade e vida», não pode dar-se educação adequada e perfeita senão a cristã.
  Daqui ressalta, com evidência, a importância suprema da educação cristã, não só para cada um dos indivíduos, mas também para as famílias e para toda a sociedade humana, visto que a perfeição desta, resulta necessariamente da perfeição dos elementos que a compõem.
  Dos princípios indicados aparece, de modo semelhante, clara e manifesta, a excelência (que bem pode dizer-se insuperável) da obra da educação cristã, como aquela que tem em vista, em última análise, assegurar o Sumo Bem, Deus, às almas dos educandos, e a máxima felicidade possível, neste mundo, à sociedade humana. E isto no modo mais eficaz que é possível ao homem, isto é, cooperando com Deus para o aperfeiçoamento dos indivíduos e da sociedade, enquanto a educação imprime nos espíritos a primeira, a mais poderosa e duradoura direção na vida, segundo a sentença muito conhecida do Sábio: «o jovem mesmo ao envelhecer, não se afastará do caminho trilhado na sua juventude». Por isso, com razão, dizia S. João Crisóstomo: «Que há de mais sublime do que governar os espíritos e formar os costumes dos jovens?».
 Mas não há palavras que nos revelem tão bem a grandeza, a beleza, a excelência sobrenatural da obra da educação cristã, como a sublime expressão de amor com a qual Nosso Senhor Jesus Cristo, identificando-se com os meninos, declara: «Todo aquele que receber em meu nome um destes pequeninos, a mim me recebe» .

28 de dezembro de 2011

Leitura diária - Reformatado

Pe. Ascânio Brandão
Livro de 1936 - 416 págs


   "...Pensam muitos que Jesus, Nosso Mestre e Senhor, vive continuamente de azorrague em mão para nos castigar. E, contudo, para felicidade nossa sabemos que, enquanto não chega o dia das contas finais, Jesus está sempre a mostrar-nos o Seu Divino Coração, fonte inexorável de misericórdia e perdão. Mover homens a nutrem cada vez mais esta convicção tão rica de sentimentos de contrição e generosidade, afigura-se-me um meio caminho andando para conversão espiritual e eterna salvação.[...] Não escrevi e nem pretendo aqui vos dar meus leitores, um Tratado, um estudo  metódico da virtude da Confiança. O que aí vai é uma série de pequeninas meditações ou leituras para cada dia do ano, numa grande variedade de assuntos sobre o tema geral: A CONFIANÇA!

   - A CONFIANÇA não é uma virtude passiva. Não basta só confiar e cruzar os braços. NÃO EXISTE E NÃO PODERÁ EXISTIR, disse Leão XIII, virtude passiva. A confiança não exclui, antes, supõe o esforço, a luta, o sacrifício. A paz de Nosso Senhor se conquista na guerra. Guerra às más paixões, guerrra ao nosso EU. Condição essencial da santidade é o Amor. E o amor é o fruto e a conquista de uma vida espiritual de uma ascese forte, viril, enérgica, e toda impregnada de abnegação e de sacrifício. Que ninguém confunda esta consoladora doutrina da confiança com um SEMI QUIETISMO perigoso que parece inculcar às almas, até mesmo às pouco adiantadas, disposições de passividade que não convém realmente à todos e, pretende chegar cedo demais a SIMPLIFICAR a vida espiritual, esquecendo que para a maior parte das almas, esta simplificação só se fará utilmente, depois dos longos exercícios da meditação discursiva do exame, e da prática das virtudes morais.
  O Breviário da Confiança varia de página a página, porque variadas são as dores e amarguras desta pobre vida [...] É uma palavrinha amiga para cada dia, uma gota de bálsamo para feridas que a vida nos vai abrindo também cada dia no pobre coração..."
Pe. Ascânio Brandão




OBS.: Meus sinceros agradecimentos à leitora Monique que, generosamente fez uma contribuição para o blog, tornando assim possível que este livro fosse aqui postado e, consequentemente podendo ser muito útil à todos.

Que Nossa Senhora retribua esta sua bondade, Monique,
com muitas graças!


27 de dezembro de 2011

R. P. Federico Guillermo Faber - Español

Ao efetuar cualquier descarga,
Ajude Este Apostolado contribuindo com cualquier valor,
NUESTRA SEÑORA te bendiga!

Belén
ó
El Misterio de la Santa Infancia
R. P. Federico Guillermo Faber
Libro de 1877 - 167 págs

Resultado de imagem para gesu bambino

AL R. P. WILLIAM ANTONY RUTCHINSON,
Sacerdote del Oratorio de Londres.

MI QUERIDO ANTONY:

  Hace seis años creí muy natural publicar un prefacio á mi Progreso del alma, en la vida espiritual, bajo la forma de una carta que os dirigía á vos, cuyo afecto había mezclado de una manera muy notable en la vida y la experiencia que aquel libro representaba: ahora tengo también mis razones para obrar del mismo modo con respecto á Belén.

26 de dezembro de 2011

Com este livro na mão, só não será pregador ou orador quem não quiser

Pe. Júlio Maria de Lombaerde, S.D.N.
Livro de 1958 - 334 págs

Aprovação do Exmo. Mons. Aristides Rocha
Vigário Capitular de Caratinga

Caratinga, 21 de novembro de 1936.

Caríssimo Pe. Júlio Maria.

Li, com muita satisfação e edificação, o seu substancioso comentário do evangelho dominical. Que belo trabalho! E como é prático! Parecia-me ouvir a voz solene, penetrante e arrebatadora do próprio Pe. Júlio Maria, pregando suas frutuosas missões nas paróquias, ou os seus incomparáveis retiros do clero.

23 de dezembro de 2011

22 de dezembro de 2011

Sobre São Francisco de Assis

Este livro contém:
- Alguns Fioretti
- Milagres e Exemplos devotos do glorioso pobrezinho de Cristo
S. Francisco de Assis
e de alguns santos seus companheiros.
121 págs

~* ~* ~* ~* ~ * ~
Curiosidades...
O PRIMEIRO PRESÉPIO VIVO


      Em Itália, na aldeia de Grecchio, há séculos que os habitantes vêm contando de pais para filhos esta linda história:
     «Francisco de Assis e os seus amigos tinham escolhido uma gruta próxima da aldeia para viverem uma vida de pobreza. Assim fora decidido entre eles. Afastados dos demais, os quatro jovens companheiros aproveitavam o isolamento para rezar.

21 de dezembro de 2011

A los devotos del Corazón Purísimo de María

96 pags


Advertencia Preliminar

  A los devotos del Corazón Purísimo de María les presentamos, coleccionados en este opúsculo:

1. La NOVENA DE LAS TRES AVE MARÍAS;
2. Otra NOVENA PARA IMPETRAR LA CONVERSIÓN DE LOS PECADORES;
3. Un MES DE MARÍA;
4. Varios CÁNTICOS Y ORACIONES.

  Todo en honor de aquel Corazón dulcísimo. Las prácticas piadosas de los números 1 y 3, son traducidas del francés, por cuanto en castellano son muy pocos los libros que se ocupan de  ellas. Hallándose el Ecuador solemnemente consagrado al Corazón Inmaculado de María, y dedicada a su culto la primera capilla del gran templo del VOTO NACIONAL, es de necesidad  imprescindible un devocionario que nos enseñe a amar y honrar a la Virgen Santísima, en ésa  su advocación hermosa, que tan grata debe ser a todo ecuatoriano verdaderamente católico;  mientras aquella deseada obra se publique, supla su falta en algo el presente librito, aunque  tan incompleto y diminuto. 
  La Reina de los Cielos complácese grandemente en prodigar sus favores y Gracias a quienes  los imploran invocando la compasión y misericordia de su Corazón dulcísimo y maternal; sin  que haya cosa alguna, por difícil que parezca, que no nos la pueda alcanzar, pues Dios la ha  constituido soberana Dispensadora de todos los tesoros de su Gracia. ¿Anheláis la salud de un enfermo, el buen éxito de un pleito justo, o el remedio de cualquier otra tribulación?... ¿Os  esforzáis por dejar el pecado, corregiros de un vicio, salir de la tibieza, y emprender el arduo  camino de la perfección?... ¿Deseáis la paz de una familia, o el regreso de un pródigo a su hogar?... Pues, acudid al Corazón compasivo de María, venid a su santuario. Llegaos sobre  todo a este propiciatorio colocado ante el trono de la Clemencia infinita, si queréis impetrar la  conversión de ese moribundo impío, de ese pecador obstinado e impenitente, que rehúsan  recibir los Sacramentos de la Iglesia, y que están ya a punto de precipitarse en los Infiernos  por su ceguedad y desesperación. En tan apretadas circunstancias invocad al Corazón  compasivo de María, Refugio de pecadores, valiéndoos de alguna de las prácticas piadosas  contenidas en este devocionario, y recordad esta sentencia de San Agustín:

SI SALVASTE A UN ALMA, ALCANZASTE LA GRACIA DE LA PREDESTINACIÓN PARA  LA TUYA.

20 de dezembro de 2011

Uma refutação minuciosa das doutrinas da Reforma

Lúcio Navarro
Livro de 1958 - 609 págs


PREFÁCIO
do Exmo. e Revmo Sr.
D. Antônio de Almeida Morais Júnior

  A unidade da Igreja vem da própria essência da verdade. A verdade é essencialmente una. A sua realidade necessariamente impõe a adesão da nossa inteligência e do nosso coração. Os princípios ontológicos da nossa razão impõem a permanência da unidade da verdade, em qualquer terreno em que ela se situe. Por isso mesmo, a verdade foge ao relativismo e à dependência. É ela independente do tempo, do espaço e dos homens. Pois, na realidade, a que se reduziria, se ela devesse submeter-se ao capricho dos homens, às modificações dos momentos históricos ou dos lugares do espaço?

17 de dezembro de 2011

Santa Teresa de Jesús

Santa Teresa de Jesús 
15 pags 


INTRODUCCIÓN

En la edición príncipe de este escrito teresiano (Salamanca 1588), fray Luis de León le dio el título: «Exclamaciones o meditaciones del alma a su Dios, escritas por la Madre Teresa de Jesús en diferentes días, conforme al espíritu que le comunicaba nuestro Señor después de haber comulgado: año de 1569».

16 de dezembro de 2011

Livro indicado para a catequese do 9º. ano - 14 anos

Moral Cristã
Padre Álvaro Negromonte
Livro de 1954 - 248 págs

Fonte

Vaticano, 30 de dezembro de 1950

Reverendo Padre,
Por intermédio dos bons ofícios do Exmo. Sr. Núncio Apostólico, o Santo Padre recebeu a devota homenagem de algumas de suas obras catequéticas.
Tenho o prazer, agora, de comunicar a V. Reva. que o Augusto Pontífice dignou-se não só aceitar este preito filial, mas também apreciar a sua nobre tarefa, cujo fim primordial é oferecer às crianças e à juventude uma visão clara da doutrina e da moral cristãs.
Nada mais perigoso há, de fato, do que a ignorância religiosa, porque corrompe a reta noção de Deus e da Igreja e dos deveres do homem para com Deus, para com o próximo e para consigo mesmo.
Com razão escreveu V. Reva.: a base de toda a formação religiosa sólida é a educação cristã, porque o estudo do catecismo não é só instrução, mas também e sobretudo formação espiritual; não é só luz para a inteligência, mas também calor para o coração, a fim de que o cristão, com a graça de Deus, dirija as suas ações para o bem e viva, com conhecimento e amor, de acordo com a sua Fé.
Sua Santidade, congratulando-se pela sua atividade no campo literário e no do Apostolado como Diretor do Ensino Religioso na Arquidiocese do Rio de Janeiro e em penhor de celestes favores sobre a sua dupla e santa missão em prol das crianças e da juventude concede de todo o coração, a Vossa Reverência a Bênção Apostólica.

ÍNDICE GERAL

I. Unidade
A Moral Cristã
A Moral
Consciência
A Lei
Pecado
A Perfeição Cristã

II. Unidade
Deus é Senhor
A Fé
A Esperança
Amor a Deus
A Virtude da Religião
A oração
O nome do Senhor
Repouso Dominical

III. Unidade
Em Face da Autoridade
Deveres dos filhos
Deveres dos pais
Patrões e operários

IV. Unidade
Respeito à Propriedade
Respeito à Propriedade

V. Unidade
Respeito à pessoa humana
Respeito à vida
Honra e reputação
Caridade fraterna
Obras de caridade
Pecados contra a caridade

VI. Unidade
Deveres do homem para consigo mesmo
Corpo e Espírito
Castidade

VII. Unidade
O Bom filho da Igreja
Mandamentos da Igreja
Jejum e Abstinência
Manutenção do culto

15 de dezembro de 2011

Moisés como modelo de vida

São Gregório de Nissa
73 págs



  "...Tomamos Moisés como modelo de vida. Em primeiro lugar, recorreremos rapidamente sua vida, conforme a conhecemos pela divina Escritura; depois buscaremos o significado espiritual correspondente à história, para receber um ensinamento sobre a virtude. Assim conheceremos em que consiste para os homens a vida perfeita."

13 de dezembro de 2011

Español

Pe. Gabriele Amorth
Libro de 2005 - 133 pags


  Cuando el cardenal Ugo Poletti, vicario del papa en la diócesis de Roma, me confirió  inesperadamente la facultad de exorcista, yo no imaginaba qué inmenso mundo se abriría a mi  conocimiento y qué ingente número de personas acudiría a mi ministerio. Además, el encargo  me fue conferido inicialmente como ayudante del padre Candido Amantini, pasionista muy  conocido por su experiencia como exorcista, que hacía que acudieran a la Escala Santa  menesterosos de toda Italia y a menudo también del extranjero. Ésta fue para mí una gracia  verdaderamente grande.

11 de dezembro de 2011

Para a Moralização e Santificação do Clero

Escritas em italiano pelo Missionário e Doutor
Revmo. Bartholomeu do Monte
Traduzidas pelo Pe. Francisco José Duarte de Macedo
Livro de 1910 – 256 págs

Fonte

Advertência dos editores da 1ª. Edição (1872)
  Eclesiásticos distintos por sua virtude e ciência fizeram-nos ver a conveniência da publicação da obrinha que hoje damos à estampa. Merecidamente é ela tida em grandíssima estima lá fora, e reconhecida a eficácia e solidez com que, em breves e fáceis considerações, se expõem os principais deveres dos Sacerdotes.

8 de dezembro de 2011

08 de Dezembro - Imaculada Conceição da Santíssima Virgem Maria

Collete Yver
Livro de 1956 - 251 págs






Família de Santa Bernadette

























 


















A ilimitada confiança de Bernadette na Mãe de Deus evidencia-se nestas palavras que ao Santo Padre Pio IX escrevia, pouco depois: "Quando rezo pelas intenções de Vossa Santidade, tenho a impressão de que a Santíssima Virgem deve muitas vezes lançar seu olhar materno para a pessoa de Vossa Santidade, que a proclamou Imaculada. Quero crer que é Vossa Santidade particularmente querido desta boa Mãe, porque, quatro anos depois, Ela mesma veio à Terra para declarar: Eu sou a Imaculada Conceição. Eu não sabia então o que significavam tais palavras. Depois, refletindo, muitas vezes eu medisse a mim mesma: "Quanto é boa a Santíssima Virgem! Dir-se-ia que veio Ela confirmar a palavra do Santo Padre!"

7 de dezembro de 2011

Da Revista "A Ordem"

D. Estevão Bettencourt, O.S.B.
Revista de 1955 - 19 págs

Fonte
  O Sacramento do Batismo dá início à vida cristã no indivíduo, tornando-o filho de Deus e destinando-o a gozar, no Céu, da visão imediata da Santíssima Trindade.
  Questão muito grave, porém, se põe a respeito da sorte eterna daqueles que morrem sem batismo... Constituem multidão imensa, coisa que, em nossos dias se pode afirmar ainda com mais razão do que na Idade Média, quando não se conhecia o Mundo Novo com seus milhões de habitantes, nem se suspeitava que centenas de milhares de anos houvessem intercedido entre a origem do primeiro homem e a Encarnação (ou a instituição do batismo). Terão sido, e serão, relegados para o inferno, castigo sem fim, tantos indivíduos que morreram e morrem sem batismo, por motivo qualquer independente de sua vontade e até mesmo, em vários casos, com a consciência isenta de culpa pessoal?
  Para se estudar devidamente esta questão, faz-se mister distinguir entre a sorte dos adultos e a das criancinhas [...] nas páginas que se seguem propomo-nos considerar a sorte das crianças mortas sem batismo.

Qualquer quantia tem grande valor

http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/2015/12/qualquer-quantia-tem-grande-valor.html

O SANTO DE AUSCHWITZ

Assim dizia São Maximiliano Kolbe:

"De muito boa vontade oferecemos leituras gratuitas a todos aqueles que não possam oferecer nada para esta obra, mesmo privando-se um pouco."

O que é ser um Benfeitor do Blog?

O que é ser um Benfeitor do Blog?
Clique na Imagem

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo