27 de julho de 2011

Mártir da Pureza - Reformatado


J.C.M. Colombo
Livro de 1949 - 109 págs

1890 - 1902


   É certo que no martírio de Maria Teresa Goretti brilhou em primeiro plano e, sobre todas as  coisas, a PUREZA.


    Não obstante, nela e com ela triunfaram também outras virtudes cristãs. Porque nessa pureza existia a primordialíssima e significativa virtude do completo domínio do espiritual sobre o material. Em seu supremo heroísmo, que não foi improvisado, houve um amor terno e dócil, obediente e ativo, para com os seus pais. Havia em suas duras tarefas quotidianas, um constante sacrifício, uma pobreza aceita de modo evangélico e alentada pela fé na providência do Céu. Ali estava a religião professada com profunda convicção, sempre com o desejo de melhor entendê-la, tida como tesouro da vida e constantemente alimentada pela chama da oração. Abrigava-se naquele peito o ardente desejo de Jesus Eucarístico. Finalmente, abrigava Maria a coroa da caridade, do heróico perdão, concedido a seu assassino. Isso tudo constitui aquele ramo de flores do campo, rústicas, porém tão queridas de Deus, que adornou o branco véu de sua primeira comunhão e, pouco depois, do seu martírio.

Retrato oficial de Santa Maria Goretti reconhecido por sua mãe como sendo semelhante à ela
Multidão de clérigos, religiosos,
seminaristas e fiéis correm até a
Praça de São Pedro























Sua Santidade Pio XII preside a canonização de
Santa Maria Goretti na Basílica de São Pedro,
junto da Cátedra Petrina.















Corpo Incorrupto de Santa Maria Goretti.
Foi canonizada em 1950 e Alexandre esteve
presente em sua canonização.















Mãe de Maria, à esquerda, com Alessandro Serenelli.
Depois de muita hesitação, ela concordou em ser
fotografada com o criminoso arrependido.


Santinhos

Clique nas imagens para ampliá-las!



























Clique aqui para imprimir o santinho

   Santinhos são pequenos cartões impressos que retratam devoções católicas.
  Eles representam uma cena religiosa ou um santo em tamanho reduzido, para facilitar o transporte e a coleção, e no verso podem apresentar orações, dedicatórias ou homenagens.
 Antigas representações de cenas religiosas, inicialmente através de xilogravuras, tinham a mesma função dos santinhos; os mais antigos exemplos que sobreviveram datam de 1423, e são pintados à mão, representando São Cristóvão.
  O seu objetivo pode ser:
- A divulgação da fé católica, promovendo, em especial, a veneração a determinado santo. Eventos religiosos especiais podem ser marcados com a divulgação de santinhos alusivos à data comemorativa, de forma a manter na cultura popular a lembrança sobre o evento.
- A lembrança associada à devoção.
- O pagamento de promessas, promovendo a divulgação do santo de sua devoção.
  O verso do santinho pode apresentar, eventualmente, palavras de uma oração, dedicatórias, homenagens, agradecimentos ou uma alusão a uma comemoração.
  Estes dois santinhos raros foram confeccionados para a propagação da Comunhão Pascal, mas  são muito úteis para serem carregados sempre!



























Clique aqui para imprimir o santinho

Qualquer quantia tem grande valor

http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/2015/12/qualquer-quantia-tem-grande-valor.html

O SANTO DE AUSCHWITZ

Assim dizia São Maximiliano Kolbe:

"De muito boa vontade oferecemos leituras gratuitas a todos aqueles que não possam oferecer nada para esta obra, mesmo privando-se um pouco."

O que é ser um Benfeitor do Blog?

O que é ser um Benfeitor do Blog?
Clique na Imagem

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo

EM PROL do Clube de leitura masculino

EM PROL do Clube de leitura masculino
Clique na imagem acima! Não deixe de participar desta campanha!

CLUBE DE LEITURA feminino

CLUBE DE LEITURA feminino
Clique na imagem e aproveite a oportunidade de fazer parte do clube!