11 de julho de 2013

Idade Média

Règine Pernoud
Livro de 1977 - 159 págs


    Segundo a opinião generalizada, a Idade Média teria sido uma época de trevas, injusta e bárbara, encaixada entre os séculos gloriosos da Antiguidade e do Renascimento. Dessa convicção nos dá conta o linguajar quotidiano, que fala, por exemplo, em «regresso dos tempos medievais» a propósito de tudo o que de negativo acontece nos nossos dias.
    É a essa ideia apriorística que se pode com razão chamar o mito da Idade Média. E é esse mito que este livro destrói, deitando por terra o duplo preconceito segundo o qual a Idade Média formaria um todo homogêneo e seria a grande noite da civilização. Numa linguagem séria e desenvolta, onde a ironia vai de par com a erudição.

ÍNDICE

I - Idade Média

II- Desajeitados e Inábeis

III - Grosseiros e Ignorantes

IV - Indolência e Babaria

V - Rãs e Homens

VI - A Mulher sem Alma

VII - O Index Acusador

VIII - História,  Ideias e Fantasia

IX - Simples Propósito sobre o Ensino da História


__________
Agradecemos ao leitor Jonadabe pelo envio deste arquivo. Deus lhe pague!

8 comentários:

Beca disse...

Esse livro é para baixar ou para comprar? Se for para baixar, não consegui

A_Católica disse...

Todos os livros são para baixar, com exceção da postagem específica de livros à venda.

Qual o problema que está encontrando?

Otávio de Lima disse...

Está dando indisponível.

A_Católica disse...

Salve Maria, Otávio!

Clique na seta onde há a palavra "DOWNLOAD", você será direcionado para outra página, clique novamente na palavra download que aparecerá no retângulo verde e salve em seu computador.
O que está indisponível é somente a visualização do arquivo...

Saudações!

Junior Ribeiro disse...

Obrigado por tudo Alexandria! Esse livro foi um achado! Que Deus os abençoe e Nossa Senhora os tenha em bom cuidado!

A_Católica disse...

Salve Maria, Junior!

Que tudo seja para honra e glória de Nossa Santa Madre Igreja!

Saudações!

Anônimo disse...

Este é o mesmo livro "Idade Média - o que não nos ensinaram", apenas é uma outra tradução, em português de Portugal, enquanto o outro é em português do Brasil.
Paz e bem!

Luiz - Camboriú

A_Católica disse...

Salve Maria, Luiz!

É isto mesmo, os dois são o mesmo livro!

Saudações!

Postar um comentário

Qualquer quantia tem grande valor

http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/2015/12/qualquer-quantia-tem-grande-valor.html

O SANTO DE AUSCHWITZ

Assim dizia São Maximiliano Kolbe:

"De muito boa vontade oferecemos leituras gratuitas a todos aqueles que não possam oferecer nada para esta obra, mesmo privando-se um pouco."

O que é ser um Benfeitor do Blog?

O que é ser um Benfeitor do Blog?
Clique na Imagem

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo