30 de junho de 2014

A base de toda vida perfeita


INTRODUÇÃO
É de um livro como este que a humanidade está precisando.
O mundo moderno está ferido, nas suas fontes de vida, por uma moléstia terrível que abalou completamente toda a sua organização, arrancou-lhe o senso do equilíbrio, destruiu-lhe a finalidade suprema, desencadeou, sem rumo, as suas energias enlouquecidas.
Mas o diagnóstico do grande mal nos aponta com segurança para uma causa fundamental: o afastamento de Deus. O grito de Nietzche, nos estertores do seu orgulho satânico — "Sabeis o que quero? A morte de Deus" — parece ter ecoado de uma maneira tremenda sobre a angústia deste doloroso século da mecânica. Mas a morte de Deus, ou na consciência do homem, ou em face de sua criação — é o desarvoramento de toda harmonia, de toda ordem, e de toda paz. A primeira vez que o homem perpetrou a morte de Deus na sua consciência pelo pecado, uma tragédia inconcebível baixou sobre a terra:      a felicidade fugiu para nunca mais voltar: o trabalho, desde então, apertou o homem nas suas tenazes que arrancam suores; a dor fincou-lhe no coração o seu acúleo agressivo; e a morte assestou o gavião de sua foice à raiz de todas as vidas para o golpe fatal...
E quando os homens num delírio de paixões desenfreadas, mataram a Deus, em face do mundo no cimo de uma montanha, não foi menos trágica a horrível consequência...
O céu cobriu-se de densas trevas; os astros tontearam inopinadamente nas órbitas; a terra estremeceu e se partiu; o véu do templo dilacerou-se d'alto a baixo...
*
*   *
Hoje que a civilização estremece, que a terra se parte ao peso dos explosivos imensos, que o homem sente a ausência completa da tranquilidade, que o homem se reduz a uma simples parcela, mecânica da engrenagem universal, em que desaparece a justiça, em que se negam os direito, em que se conspurca a liberdade, em que se aniquila o sentimento, em que uma ruína pesada de morte se amontoa sobre a terra, o diagnóstico dos observadores sensatos há de ser este: “está se processando a morte de Deus na humanidade; está se realizando o afastamento de Deus!”
*
*   *
O remédio portanto, o único remédio está em fazer o mundo voltar-se para Deus. Fazer o homem regressar para Deus.
Mas voltar para Deus pelo caminho do amor!
Porque o homem está cansado de todos os caminhos em que haja medo, pavor, desconfiança, desespero!
Hoje mais do que nunca, ele é um espavorido, acossado por todas as angústias e por todos os temores. Do seu semelhante, ele é um triste decepcionado.
Viu, em tudo, cálculos, interesses, calúnias, traições, deslealdade...
Apavorou-se, acossado pelo pessimismo do mundo.
É preciso abrir-lhe um caminho diferente. Um caminho de fé, uma vereda de sinceridade, de amizade leal, de confiança absoluta, o caminho de um coração que nunca decepcionou, que nunca enganou, que nunca mentiu — o Coração de Deus!
É o único remédio para este século ferido. Já o dissera Maritain: “Terá que falir toda esperança que se colocar abaixo do Coração de Deus!”
*
*   *
Este livro é um caminho aberto para o Coração do Mestre Divino. Trata da vida espiritual. A ciência da vida espiritual é uma verdadeira ciência. Expõe princípios que estão na base de toda vida perfeita. Aponta a finalidade da vida, mostrando o seu supremo ideal. Desenvolve os meios e as fontes de que se pode utilizar o homem para consecução desse altíssimo destino. Indica-lhe a senda para atingir a perfeição sobrenatural. Mas não é uma simples doutrina filosófica. É uma ciência de profunda repercussão prática. Sua finalidade é impor à vida do cristão uma direção segura, orientá-lo em tudo que ele é — inteligência, vontade, sentidos, para a culminância do seu ideal de santidade. Este livro do Rvmo. Padre Léon Dehon, ilustre fundador da Congregação dos Padres do S. Coração de Jesus, pode bem ser comparado aos mais belos livros de Vida Espiritual.

*
*   *
ÍNDICE

PRIMEIRA PARTE
Noções gerais
Princípios teológicos da vida interior
Preperação á vida interior

SEGUNDA PARTE
Vista conjunta sobre a vida interior, conforme os principais autores místicos e das diversas escolas de espiritualidade

TERCEIRA PARTE
Desenvolvimento sobre certas vias particulares

QUARTA PARTE
Diretivos especial e prática em relação com as graças do tempo presente

__________ 
OBS.: Agradeço aos amigos da MIB, de forma muito especial ao Filipe, pelo arquivo aqui disponibilizado. Que Nossa Senhora os cumule de muitas bençãos!!

4 comentários:

Anônimo disse...

Salve Maria,
Será que não tem como postar o livro "Glorias de Maria" de Santo Afonso?
Em Jesus e Maria,
Rodrigo

A_Católica disse...

Salve Maria, Rodrigo!

Por enquanto não é possível postá-lo,

Saudações!

Camila Gois disse...

Esse arquivo não estar baixando.

A_Católica disse...

Salve Maria!

Siga o passo-a-passo do blog no link abaixo e certamente irá conseguir, pois o link está ativo e o download pode ser efetuado sem problemas,

http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/p/passo-passo-para-efetuar-o-download.html

Saudações!

Postar um comentário

Qualquer quantia tem grande valor

http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/2015/12/qualquer-quantia-tem-grande-valor.html

O SANTO DE AUSCHWITZ

Assim dizia São Maximiliano Kolbe:

"De muito boa vontade oferecemos leituras gratuitas a todos aqueles que não possam oferecer nada para esta obra, mesmo privando-se um pouco."

O que é ser um Benfeitor do Blog?

O que é ser um Benfeitor do Blog?
Clique na Imagem

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo