7 de maio de 2015

O Abandono à Providência Divina

P. J. P. de Caussade, S.J.
Livro de 1956 - 217 págs



     Foi editado pela primeira vez em 1861, pelo conhecido teólogo P. Henrique Ramière, S.J., e acolhido com extraordinária aceitação.
Reeditou-se logo em 1862 e foi preciso fazer novas tiragens em 1863 e 1864. A 5a edição saiu em 1867, acrescentada com 128 cartas do P. Caussade e um «Discurso do editor sobre os fundamentos e a verdadeira natureza da virtude do abandono, para explicar e defender a doutrina do P. Caussade». Em edições posteriores foram-se ajuntando algumas cartas e avisos espirituais. Sob esta forma a obra do P. Caussade continuou a conhecer o mesmo fervoroso acolhimento, tornando-se «clássica» nesta matéria. Em 1928 aparecia a 21a edição, e em 1930 os exemplares espalhados elevavam-se a perto de 80.000.
Para a versão portuguesa, servimo-nos da 25a edição abreviada (Paris,1952), na qual não aparecem as cartas nem outros avisos espirituais do P. Caussade, mas se conserva o «Discurso» do editor e se dão em Apêndice alguns pequenos tratados de Surin e de Bossuet e alguns atos de abandono em forma de orações.
Na nossa edição pareceu-nos desnecessário conservar o «Discurso», e do Apêndice guardamos apenas o ato de abandono atribuído ao restaurador da Companhia de Jesus na Itália, S. José Pignatelli (1737-1811). Este ato era recitado por Madame Elisabeth durante o seu cativeiro no Templo e parece ser da autoria do P. Caussade.
Oxalá este livrinho, «obra genial», contendo «muitas páginas duma sublimidade, duma magnificência de vistas e duma profundeza de sentimentos que arrebatam os que sabem compreendê- las» (P. Hilaire, diretor das Damas de Nazaré), encontre na nossa língua um êxito semelhante ao que tem tido na sua língua original.
Lisboa, 25 de Agosto de 1955.
A. C.


__________
Agradecemos ao leitor que nos enviou este arquivo para ser reformatado e aqui divulgado. São nossos votos que Nossa Senhora o abençoe muito e sempre!

12 comentários:

Aline Leal disse...

Salve Maria!
Infelizmente não consegui fazer a transferência do livro.

A_Católica disse...

Salve Maria, Aline!

Qual foi o problema que encontrou?

A_Católica disse...

Apaguei sua resposta sem
querer, desculpe, mas me informe uma coisa, vc consegue ver o arquivo na tela?

Aline Leal disse...

Eu consigo fazer o download, mas quando abro, as páginas estão todas em branco. Mas, como disse anteriormente, pode ser o meu programa de pdf q esteja desatualizado. É uma hipótese.

Aline Leal disse...

Acabei de baixar um livro do blog Alexandria católia e deu tudo certo, sinal de que com o meu programa está tudo bem, mas este não vai de jeito nenhum.

A_Católica disse...

Aconselho à vc tentar novamente, fiz alguns testes aqui e está funcionando normalmente. Estes porta arquivos versão "free" são bem inconstantes.
Vc consegue ver o arquivo na tela do mediafire?

Aline Leal disse...

Na tela do Mediafire não, mas ok, vou tentando aqui, muito obg!

A_Católica disse...

Ok.

Saudações!

Anônimo disse...

Salve Maria!
Que graça! abri a página do Alexandria e vi esse título que maravilha era exatamente o que eu precisava! Como é grande a Providência Divina

A_Católica disse...

Salve Maria!
Certamente este livro lhe fará muito bem!
Saudações!

Beca disse...

Boa tarde. COnsegui baixar mas não consigo gravar em arquivos e nem imprimi-lo. Não sei o que acontece.

A_Católica disse...

Salve Maria!

Se conseguiu baixar talvez seja alguma configuração de seu computador que está errada, mas nisto não sei ajudá-la.
Espero que consiga resolver este problema para poder ler este livro que é excelente!

Saudações!

Postar um comentário

Qualquer quantia tem grande valor

http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/2015/12/qualquer-quantia-tem-grande-valor.html

O SANTO DE AUSCHWITZ

Assim dizia São Maximiliano Kolbe:

"De muito boa vontade oferecemos leituras gratuitas a todos aqueles que não possam oferecer nada para esta obra, mesmo privando-se um pouco."

O que é ser um Benfeitor do Blog?

O que é ser um Benfeitor do Blog?
Clique na Imagem

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo