18 de novembro de 2019

A alma e a eternidade das penas


Pe. José da Assunção Rolim, O.F.M.
Edição de 1942 - 302 págs


A QUEM LER
O «livrinho», que o leitor agora mesmo abriu e tem entre mãos, é parábola, romance ou que é?
É talvez a história trágica de muita alma ...
O seu autor, a bem dizer, não se preocupa com o que em verdade seja, nem com o nome que lhe queiram dar, nem com que o louvem ou deslouvem.
Uma só coisa pretende: ser lido e fazer bem.

Daí 0 jeito que lhe deu.
Muito deseja haver acertado.
Que Nossa Senhora de Fátima o leve às mãos dos muitos Panfilios e que a sua leitura lhes faça muito bem ao espirito e ao coração.
Confio-Lhe este meu «livrinho» no ano bendito das «bodas de prata de suas aparições na Cova da Iria», certo de que Ela o aceitará benigna.
E porque não, se ele é fruto da Mensagem que pelos pastorinhos enviou a todos os portugueses, ao mundo inteiro?
«Rezai, rezai muito e fazei sacrifícios pelos pecadores que vão muitas almas para o inferno», por não haver quem se mortifique e peça por elas.
Entre mistério e mistério do terço, dizei:
«Ó meu Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do inferno...»
Não somente assim falou às criancinhas, mas até lhes fez aparecer o hórrido inferno, para que mais generosamente se sacrificassem pelos pecadores.
Elas ficaram tão estarrecidas que, em seu dizer, se a visão durasse mais alguns momentos, morreriam de pavor.
Deseja a bendita Padroeira nossa que os sacerdotes preguem mais assiduamente do inferno, porque a todos quer levar para o Céu.
Obedeceram-lhe pasmosamente os pastorinhos.
E nós havemos de desobedecer-Lhe?
Senhora de Fátima
Eis o óbolo de minha pobreza franciscana para a redenção dos Panfilios: este pobre «livrinho».
Abençoai-o como abençoastes os pastorinhos da Cova da Iria.
Eles imolaram-se pelos pecadores e a sua imolação foi e continua a ser fecunda de conversões.
Que  ele o seja também.
Lisboa, 13-IV- 1942
P. Rolim
o. f. m.

ÍNDICE
A quem ler
I
Panfilio e o Dr. Pancrácio
II
Exprobração do Dr. Pancrácio a Panfilio
«Inferno é esta vida!»
III
«0 inferno é uma invenção dos Padres!»
Falsidade histórica da objeção
Interesse que desperta o problema cruciante do além
O inferno é um dogma humano, uma verdade do senso comum
É o dogma fundamental de toda a religião e moral
Poderia o homem, o gênero humano, inventá-lo?
Dado a razão humana o pudesse inventar, não o inventaria
A Bíblia, a Tradição, a Igreja e o Inferno.
«A ideia do inferno já completou o seu tempo»
«Nunca ninguém de lá voltou. Se voltasse acreditaria»
IV
Resposta de Jesus Cristo à objeção;
«Ninguém de lá voltou. Se voltasse, acreditaria»
Parábola do «Mau rico e do mendigo Lázaro».
Sua exposição, objecções, reparos, perguntas e observações que suscita.
V
Radical materialismo e positivo de Panfílio;
«Não há inferno, porque com a morte tudo acaba»
Existência e espiritualidade da alma
A alma das plantas e dos animais
Ainda o princípio vital das plantas.
O princípio vital dos animais.
O princípio vital do homem.
O homem é incontestavelmente o rei da criação.
Que é então a alma do homem?
«Só existe a matéria»
O gênero humano e o materialismo.
Os positivistas negam a espiritualidade da alma, porque a não veem
Que é a matéria?
VI
Continuam as objeções do materialismo e positivismo contra a espiritualidade da alma e as respostas da filosofia cristã: «A alma segue as vicissitudes do corpo: envelhece com ele»
Alma e corpo estão natural, íntima, essencial e substancialmente unidos. Temos ou não temos alma?
«Quando o cérebro está enfermo, o homem não pensa. Logo é o cérebro que pensa»
«Grandes cérebros, grandes pensamentos. Pequenos cérebros, pequenos pensamentos. Logo, é o cérebro que produz o pensamento»
«Seja como for o cérebro é que produz o pensamento»
«O cérebro segrega o pensamento como o fígado a bile»
«O pensamento humano tem antecedentes, concomitantes e consequentes materiais. Logo é material. Portanto pode ser produzido pelo cérebro»
Verdadeira noção do ser material
A alma humana é imortal
VII
A alma não morre nem pode morrer
A alma humana não quer morrer
A alma humana quere ser feliz? Sê-lo-á
Quem nega o espiritualismo?
O espiritualismo e o gênero humano
Os intelectuais e o espiritualismo
Camponesa descrente
Não existe o inferno?!
Há pois inferno.
«Deus é bom! Deus é Pai!»
Parábola do Filho pródigo
IX
O inferno, segundo Jesus Cristo
Pena de dano ou separação de Deus
Perder a Deus é perder todo o bem.
Perder a Deus é ser entregue a todos os males.
O tormento do remorso.
A maldição de Jesus Cristo
Pena do sentido.
A pena do fogo.
Trevas.
Choro e ranger de dentes.
Suplício da fome e sede
A companhia do Diabo e seus anjos
X
Viagem, em espírito, ao Kilauéa
Paraíso do Pacífico
Prosseguem as objeções contra a eternidade das penas
A eternidade das penas e a natureza humana
Não repugna à razão
Não repugna à liberdade.
A eternidade das penas e os atributos divinos
A eternidade das penas e a sabedoria de Deus
A eternidade das penas e a soberania de Deus
A eternidade das penas visa também garantir a observância da lei
A economia da eternidade das penas garante o bem geral do mundo, a ordem e a paz entre os homens
A veracidade de Deus e a eternidade das penas
A eternidade das penas e a infinita paciência de Deus
A Divina Providência e a eternidade das penas
«Deus não nos criou para nos condenar»
«Porque criou pois os que se haviam de condenar?»
A santidade de Deus e a eternidade das penas
XI
A justiça de Deus e a eternidade das penas
Há proporção entre a culpa e a pena
«Que proporção pode haver entre um pecado que se comete num momento e uma eternidade de tormentos?»
«Como? O inferno eterno por-um só pecado e de pensamento?»
«Mas, sofrendo tanto os condenados, como se não arrependem?»
«Porque lhes não perdoa?»


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O SANTO DE AUSCHWITZ

Assim dizia São Maximiliano Kolbe:

"De muito boa vontade oferecemos leituras gratuitas a todos aqueles que não possam oferecer nada para esta obra, mesmo privando-se um pouco."

Qualquer quantia tem grande valor!

http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/2015/12/qualquer-quantia-tem-grande-valor.html

Vocação➡Monja Redentorista

Vocação➡Monja Redentorista
Clique na imagem para obter maiores informações!

Aderindo ao clube através da imagem abaixo você também nos ajuda!

Aderindo ao clube através da imagem abaixo você também nos ajuda!
CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA PARTE!