14 de setembro de 2016

Coleção Sei e Creio No. 23

Jean Daujat*
Edição de 1960 - 135 págs

*Jean Daujat (1906 - 1998)  filósofo neo-tomista francês, um discípulo de Jacques Maritain, fundador do Centro de Estudos da Religião, especializada no ensino da doutrina cristã


Orelha do Livro

A competência do autor não se limita, porém, às árduas especialidades da Física, antiga e moderna, e da Metafísica; soube adquirir, ainda, no campo das ciências sagradas, extensos conhecimentos, que fazem dele um teólogo, um desses teólogos de alto coturno, ainda raros presentemente, mas cuja espécie, pode-se esperar, se desenvolverá cada vez mais na Igreja, porque é certo que caminha no sentido de um grande esforço de maturação do Laicado cristão, que toma consciência de suas necessidades doutrinárias e de seu lugar na obra de evangelização. E, seguramente, é esse encargo de ensinamento doutrinário que mais toca o coração de Daujat (cuja cultura, como se viu, é pouco comum) e que, atualmente, absorve a maior parte de suas múltiplas atividades, como o atestam seus livros, já numerosos e muito lidos, consagrados à exposição do dogma e da espiritualidade.
Era natural, portanto, que Jean Daujat confiasse à Enciclopédia do Católico no Século XX, cuja finalidade é instruir o grande público, o melhor de sua reflexão cristã a síntese de seus esforços e catequéticos: natural também, que o fizesse sob o signo e sobre o tema da Graça, que é como que o confluente interior de todos os mistérios. Após brilhante introdução fenomenológica, o autor aborda as Fontes de Revelação desse dogma; depois, um rápido, mas vigoroso esboço da vida natural do homem permite-lhe melhor situar, cm seguida, a vida sobrenatural da Graça, cujos esplendores desvendará, então, a nossos olhos, no seu curso  divino, nos seus meios sacramentais, na sua realidade viva em cada um de nós.

É a um tempo, o apóstolo apaixonado e o paciente pedagogo que fala, que, desde as páginas iniciais, interpela com ardor o incréu, como o cristão negligente e inconsciente; o leitor, instruindo-se, não deixa de ficar emocionado com os acentos desta voz que, sente-se, nos modos os mais variados e, mesmo, nas mais didáticas passagens, não faz senão repetir a cada um de nós; "Ó, meu irmão, se conhecêsseis o Dom de Deus!"

~ * ~
ÍNDICE
Introdução
Capítulo preliminar — Possibilidades e limites da natureza humana
O conhecimento
Inteligência
Vontade, liberdade, vida moral
Alma espiritual e imortal
Conhecimento de Deus
Condição de criatura
Capítulo I — O dom de Deus ao homem ou graça santificante: que é a vida sobrenatural?
A verdade naturalmente conhecível e a verdade revelada
A revelação da vida sobrenatural
A graça santificante
A origem da graça: Deus nos ama
A graça, poder de conhecer e amar a Deus
A graça frutifica em conhecimento de Deus
A graça frutifica em caridade
Capítulo II — As condições de existência da vida sobrenatural a ação de Deus em nós ou a graça atual
Moral natural e vida sobrenatural
A caridade, condição de existência da vida sobrenatural
A caridade, essência da vida cristã
A caridade princípio do mérito
A caridade princípio do progresso
A caridade princípio do juízo
Deus autor da salvação e da santificação
Graça divina e liberdade humana
Capítulo III — Jesus Cristo fonte única da graça
Pecado e salvação
A graça de Jesus Cristo
Jesus Cristo salvador pela cruz
A graça incorporação a Jesus Cristo
Graça sacramental
Graça não sacramental e o caso dos não-cristãos
Conclusão
Por uma espiritualidade da graça

3 comentários:

Tadeu Giatti disse...

Não consigo fazer esse download. Cai no servidor Mega e ele não me permite baixar. Pena!!!

A_Católica disse...

Salve Maria, Tadeu!

Acredito que não esteja permitindo pq vc já efetuou a quantidade de downloads permitidos por lá.

Qual a mensagem que aparece para vc?

Michel Platinni disse...

Muito Cuidado com Jacques Maritain e seu discipulos, é um judeu/cristão com escritos perigosos que inspirou muitos comunistas infiltrados na Igreja

Postar um comentário

Qualquer quantia tem grande valor

http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/2015/12/qualquer-quantia-tem-grande-valor.html

O SANTO DE AUSCHWITZ

Assim dizia São Maximiliano Kolbe:

"De muito boa vontade oferecemos leituras gratuitas a todos aqueles que não possam oferecer nada para esta obra, mesmo privando-se um pouco."

O que é ser um Benfeitor do Blog?

O que é ser um Benfeitor do Blog?
Clique na Imagem

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo

EM PROL do Clube de leitura masculino

EM PROL do Clube de leitura masculino
Clique na imagem acima! Não deixe de participar desta campanha!

CLUBE DE LEITURA feminino

CLUBE DE LEITURA feminino
Clique na imagem e aproveite a oportunidade de fazer parte do clube!