14 de novembro de 2013

Excelente livro sobre a devoção do Santo Rosário!!


Sermões de Padre Antônio Vieira
Livro de 1949 - 289 págs


MOTIVOS DA PRESENTE EDIÇÃO

Nenhum clássico da literatura portuguesa e, pode-se mesmo dizer, da literatura universal, teve melhores motivos para cantar as excelências do Rosário, do que o gênio do Padre Vieira.
O motivo de ser cristão, o motivo de ser padre, o motivo de ser jesuíta e jesuíta português, o motivo de ser gênio e gênio nascido de um milagre da Virgem, que melhores motivos?
Ser cristão é ter-se um dia sepultado na fonte do Batismo, para “renascer da água e do Espírito Santo(1)”, com a limpidez, na inteligência, das verdades reveladas, e contidas inteiramente nas orações do Rosário, vocais e mentais.
Ser padre é ser um vivo portador do Credo, um credenciado realizador do Padre Nosso e um perpetuo cantor da Ave Maria, para a glória do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Ser jesuíta é escolher, entre “duas bandeiras”, a bandeira de Jesus e marchar na “Companhia” exercitada pela Virgem de Manresa.
Ser lusitano é pertencer àquele Povo que sempre teve, para Nossa Senhora, “finezas altas e afamadas”, e que ficou muito bem representado no torneio dos Doze de Inglaterra:
“A Dama como ouviu que este era aquele
Que vinha a defender seu Nome e fama (2)”.
Ser gênio é ter olhos de lince para enxergar o que poucos enxergam e é ter asas leves e vigorosas para subir aonde sobem as águias.
O gênio do Padre Vieira nasceu de um milagre da Virgem e, com ser um gênio de milagre, é um milagre de gênio que, alcandorando-se, carregou do ninho as contas do Santo Rosário, que brilham como estrelas na amplidão de sua eloquência.
*
*  *
Todo esse conjunto excepcional de motivos que concorreram na inteligência do Padre Vieira, concorre felizmente agora para que a Oficina do Rosário consiga realizar o que tanto deseja.
A Oficina do Rosário é uma instituição fundada em 6 de Abril de 1946, na Cidade do Salvador da Bahia, e que tem por finalidade restabelecer nas Famílias a antiga tradição brasileira do Rosário em comum, e confeccionar Terços para a distribuição gratuita entre os pobres. [...]
*
* *
De todos os meios a seu alcance tem-se servido esta sociedade de Nossa Senhora, para difundir a devoção do Rosário.
Serve-se agora dos sermões de Vieira, que são os mais profundos, os mais altos e os mais coloridos de pétalas ricas, de quantos recendem a rosas do Santo Rosário. [...]
Bahia, festa de Nossa Senhora do Rosário em 1949.
Pe. Francisco de Sales Brasil
__________
(1)   Joan., III, 5.
(2) Camões, Lusíadas, VI, 63.


Qualquer quantia tem grande valor

http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/2015/12/qualquer-quantia-tem-grande-valor.html

O SANTO DE AUSCHWITZ

Assim dizia São Maximiliano Kolbe:

"De muito boa vontade oferecemos leituras gratuitas a todos aqueles que não possam oferecer nada para esta obra, mesmo privando-se um pouco."

O que é ser um Benfeitor do Blog?

O que é ser um Benfeitor do Blog?
Clique na Imagem

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo

Agradeço aos amigos virtuais pelo selo

EM PROL do Clube de leitura masculino

EM PROL do Clube de leitura masculino
Clique na imagem acima! Não deixe de participar desta campanha!

CLUBE DE LEITURA feminino

CLUBE DE LEITURA feminino
Clique na imagem e aproveite a oportunidade de fazer parte do clube!