07 janeiro, 2021

A Santa Guerreira e Heroína da França

Régine Pernoud
Edição de 2004 - 174págs

“Depois da Santa Virgem Maria, a moça mais santa",
nas palavras de Charles Péguy.

"Defende o que é certo,
mesmo que isso signifique estar sozinho.
Se achar isso difícil de fazer,
pede a Deus a graça da fortaleza."

   Joana d'Arc. Uma carreira de dois anos. Dois anos em uma época marcada pela Guerra dos Cem Anos.
  Não há, sem dúvida, personalidade do sec. XV sobre quem estejamos melhor e mais abundantemente documentados. Esta pequena biografia de Joana D'Arc é constituída quase que exclusivamente de testemunhos de seu tempo. Ela permite precisar os quadros pessoal, político, militar, jurídico, religioso e literário nos quais Joana se situa.
  Régine Pemoud, historiadora, autora de cerca de trinta obras, cuja maioria se tomou clássica, é a pessoa mais abalizada para evocar com fervor, o itinerário de uma das figuras mais surpreendentes de toda a História.


ÍNDICE

Prefácio

1. “Em minha terra, chamavam-me Joaninha"

2. “Quando vim para a França, passaram a chamar-me Joana"

3. “Levem-me a Orléans e eu lhes mostrarei o sinal pelo qual fui enviada"

4. “Você será o lugar-tenente do rei dos céus, que é o rei da França"

5. Um ano, pouco mais

6. "Toda a luz vem somente para vós"

7. “Jesus!"

8. “Uma criança inocente diante de um chefe triunfante"

Referências bibliográficas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O SANTO DE AUSCHWITZ

Assim dizia São Maximiliano Kolbe:

"De muito boa vontade oferecemos leituras gratuitas a todos aqueles que não possam oferecer nada para esta obra, mesmo privando-se um pouco."

Qualquer quantia tem grande valor!

http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/2015/12/qualquer-quantia-tem-grande-valor.html

VOCAÇÃO ➡ Quer ser MONJA REDENTORISTA? Clique no Banner para mais informações

Tipos Psicológicos

Obras Raras DO BLOG sendo reeditadas *Livraria Caritatem*